Bottas nega preocupação por falta de contrato para 2021: “Equipes têm prazos diferentes”

Contrato de Valtteri Bottas com a Mercedes é válido apenas até o fim de 2020. Rumores apontam para uma substituição por George Russell

Valtteri Bottas garante que não está preocupado com a indefinição do futuro na Fórmula 1. O contrato do finlandês com a Mercedes é válido apenas até o fim da temporada 2020.

Aos 30 anos, Bottas vai fazer neste ano a quarta temporada com a equipe de Brackley. Até aqui, a melhor performance foi registrada no ano passado, quando o piloto de Nastola fechou o ano com o segundo lugar no Mundial de Pilotos, com quatro vitórias, cinco poles e 15 pódios.

Valtteri Bottas durante dia de testes com W09 em Silverstone (Foto: Mercedes)
Fórmula 1 volta neste fim de semana com protocolo especial por conta da pandemia (Foto: Mercedes)
Paddockast #67 | Barrichello melhor que Schumacher?
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

“Às vezes, me surpreende que, apesar de não termos feito nenhuma corrida, ainda tenha essa especulação”, disse Bottas à emissora finlandesa C More. “Teve muita movimentação nas outras equipes, mas não há com que se preocupar. Algumas equipes e pilotos podem ter prazos diferentes para quando precisam tomar decisões e fazer acordos quer tenham corridas ou não”, seguiu.

“Desde que possa guiar, então veremos o que acontece”, comentou.

Ligado a uma vaga na Renault como substituto de Daniel Ricciardo, Bottas se limitou a dizer que os rumores “são apenas parte do esporte”.

Clube das 300+

A Red Bull é uma das principais equipes dos anos recentes da Fórmula 1, mas também vai ocupando páginas importantes na história da categoria. No GP da Turquia, os austríacos chegam ao marco de 300 corridas na F1, entrando para um seleto grupo.

Ao todo, a Red Bull soma 63 vitórias, 62 poles, 67 voltas mais rápidas, 180 pódios e 17 dobradinhas nas 299 corridas que disputou com 11 pilotos diferentes. Tudo isso, é claro, além dos quatro títulos do Mundial de Pilotos e do Mundial de Construtores, todos entre 2010 e 2013.

No 10+, o GRANDE PREMIUM relembra quais as dez equipes que mais vezes participaram de corridas da F1, um grupo em que a Red Bull, 11ª colocada na lista, está cada vez mais perto de se meter, possivelmente já em 2022.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube