“Mais completo” e “no auge físico”: como Bottas promete ir “com tudo” por título

Valtteri Bottas sente que a paralisação causada pelo coronavírus jogou a seu favor. O finlandês aproveitou os meses para intensificar a preparação, alcançando talvez o ápice físico e mental

Valtteri Bottas começa mais uma temporada na Fórmula 1 de olho no título inédito. O finlandês, que até chegou a incomodar Lewis Hamilton no começo do ano, tem a dura missão de ser mais consistente e fazer a ameaça durar até dezembro. E talvez a pandemia do coronavírus tenha sido útil nesse sentido: o #77 revela que teve tempo suficiente para melhorar aspectos físicos e mentais e dar um passo adiante em 2020.

“Eu fiz um testes físico três ou quatro semanas atrás, um teste que normalmente eu só faço uma ou duas vezes por ano, e foi meu melhor de todos”, disse Bottas, entrevistado pela TV britânica Sky Sports. “Como piloto, você normalmente não tem tantos meses para focar no físico. Costuma ser apenas o período de férias. Acabamos com férias prolongadas, mas eu segui com testes sistemáticos e foi incrível ver os resultados e me sentir tão bem. Acho que esse tempo extra só me fez bem. É um tempo raro para fazer coisas diferentes, mas também focando em si próprio, melhorando fisicamente e mentalmente”, comentou.

Valtteri Bottas durante dia de testes com W09 em Silverstone (Foto: Mercedes)
2020 é o ano do tudo ou nada para Valtteri Bottas na Mercedes (Foto: Mercedes)

A temporada é importante para Bottas não só pelo sonho do título, mas também pela necessidade de garantir o futuro. O finlandês ainda não tem contrato para 2021 e precisa convencer a Mercedes de que é um nome melhor que o de George Russell, já apontado como grande ameaça na briga pela vaga.

Para levar a pilotagem a um novo nível, Bottas já teve reuniões com engenheiros para analisar dados e entender pontos fracos na comparação com o companheiro Hamilton. Tais detalhes, aliados às peculiaridades de uma temporada mais curta, podem jogar a favor de Valtteri.

“É óbvio que vai ser uma temporada bem especial. Vai ser mais curta e cada erro vai custar mais do que antes. Vai ser uma questão de consistência. Sinto que, tendo trabalhado com meus engenheiros a respeito do meu estilo de pilotagem, eu tenho algumas coisas novas que posso usar. Eu pude provar isso nos testes de Barcelona. Eu senti progresso em alguns tipos de curvas. Eu me sinto mais completo como piloto e no meu ápice físico. Espero que isso se converta [em resultados]. Estou confiante, mentalmente bem e eu vou com tudo, sem dúvida”, encerrou.

A temporada 2020 da F1 começa em 5 de julho. A primeira corrida é o GP da Áustria, em um Red Bull Ring com portões fechados. A versão definitiva do calendário ainda não foi confirmada, com provas ainda entrando e saindo do cronograma.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube