Bottas supera Räikkönen e coloca Mercedes na frente no terceiro treino livre do GP do Azerbaijão

Grande protagonista da última sexta-feira, Max Verstappen enfrentou uma quebra na sua Red Bull e ficou a pé neste terceiro treino livre em Baku. Valtteri Bottas anotou o melhor tempo do fim de semana até agora, enquanto Kimi Räikkönen, da Ferrari, veio logo atrás, com Lewis Hamilton em terceiro

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A julgar pelo resultado deste terceiro e derradeiro treino livre antes da classificação do GP do Azerbaijão, o desempenho da Red Bull na última sexta-feira não passou de um brilhareco. No início da tarde deste sábado (24), Mercedes e Ferrari foram as mais rápidas, ainda que com seus segundos pilotos. Valtteri Bottas comandou a tabela de tempos ao registrar 1min42s742, o melhor tempo do fim de semana até agora, sendo seguido de perto por Kimi Räikkönen. Foram os dois únicos pilotos a andar abaixo de 1min43s no desafiador circuito urbano azeri.

Lewis Hamilton garantiu o terceiro melhor tempo, enquanto a melhor Red Bull foi de Daniel Ricciardo. Esteban Ocon, com uma Force India bastante sólida em Baku, foi o quinto e terminou à frente de Max Verstappen. O protagonista da última sexta-feira chegou a enfrentar problemas no motor e ficou a pé nos minutos finais da sessão. Felipe Massa garantiu a sétima marca da sessão, enquanto Sebastian Vettel — que enfrentou problemas hidráulicos — foi apenas o 12º, duas posições à frente de Fernando Alonso, que perdeu 40 posições no grid em Baku.

O treino classificatório do GP do Azerbaijão de F1 acontece logo mais, às 10h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo do canal por assinatura SporTV 2. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL por meio do novo livetiming.

Vatteri Bottas abriu o sábado na frente em Baku (Foto: Mercedes)

Saiba como foi o terceiro treino livre da F1 no Azerbaijão

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Jolyon Palmer foi o primeiro piloto a marcar tempo neste sábado em Baku. O britânico registrou 1min53s040 em uma volta bastante lenta com sua Renault calçada com pneus médios. Mas o que a F1 queria saber era como os pilotos lidariam com as mudanças na curva 8 depois que a zebra de acesso ao trecho foi retirada após os incidentes que envolveram o próprio Palmer e Sergio Pérez na sexta-feira. Jolyon, aliás, teve de encerrar mais cedo o treino por conta de um pequeno incêndio no seu carro.

Após 20 minutos de treino, o melhor tempo pertencia a Valtteri Bottas, que cravou 1min44s522 com pneus macios. Ainda assim, uma marca bem acima do que os pilotos de ponta registraram na última sexta-feira. O finlandês era seguido por Lewis Hamilton, Sergio Pérez e Esteban Ocon, com a Force India que voltava a mostrar ótimo rendimento em Baku.

Fogo na traseira da Renault de Palmer no início do terceiro treino em Baku (Foto: Reprodução)

O treino mostrava que os melhores tempos no circuito azeri vinham após uma sequência considerável de voltas. Assim, Bottas marcou anotou 1min43s720 antes de fechar seu primeiro stint. Räikkönen, com os supermacios, subia para segundo e estava 0s395 atrás do piloto da Mercedes. As Force India de Pérez e Ocon, que vinham em terceiro e sexto, também voltavam aos boxes. Massa aparecia em quarto, enquanto era o quinto após quase meia hora de sessão. E Vettel nem tinha um tempo para ser levado a sério.

Massa continuava andando bem com a Williams e chegava ao segundo posto depois de registrar 1min43s844. A Red Bul, na zona intermediária da tabela de tempos, seguia discreta. Vettel,, pouco depois, subia para quinto com 1min44s344, mas depois alegava um problema na sua Ferrari.

Felipe Massa chegou a andar em segundo no terceiro treino livre (Foto: Williams)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

As Mercedes de Bottas e Hamilton voltavam à pista, mas daquela vez com pneus supermacios, assim como as Red Bull de Max Verstappen e Daniel Ricciardo. A primeira volta voadora com os compostos vermelhos veio com Lewis, que cravou 1min43s348, subindo assim para a ponta da sessão. Bottas também melhorava e aparecia em segundo. Mas os melhores tempos ainda estavam por vir.

Verstappen, por sua vez, queixava-se de problemas com o motor Renault-TAG Heuer da Red Bull. Mas após uma mudança no mapeamento, tudo voltou ao normal. Tanto que o holandês desbancava Massa e subia para terceiro com 1min43s614, só atrás dos dois carros da Mercedes. Hamilton liderava, mas Bottas se colocava na liderança com 1min43s057, tendo o melhor tempo no segundo setor.

Räikkönen, em seguida, desbancou o compatriota ao registrar 1min42s837. Só que Bottas deu o troco em seguida e cravou 1min42s742 para retomar a liderança do treino. E Verstappen ficava parado na pista, encerrando ali sua participação na sessão. Quem também acabou passando reto na área de escape foi Lance Stroll, já com o cronômetro zerado. Pouco antes, Ricciardo e Ocon melhoraram suas marcas e se encaixaram no top-5 da sessão. Felipe Massa ficou em sétimo. E a Ferrari, minutos após o encerramento da sessão, informou que Vettel teve problemas hidráulicos na sua SF70-H.

#GALERIA(7089)

F1, GP do Azerbaijão, Baku, terceiro treino livre: 

1   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes 1:42.742   21
2   7 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Ferrari 1:42.837 +0.095 14
3   44 Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:43.158 +0.416 23
4   3 Daniel RICCIARDO AUS Red Bull Tag Heuer 1:43.287 +0.545 24
5   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes 1:43.344 +0.602 21
6   33 Max VERSTAPPEN HOL Red Bull Tag Heuer 1:43.614 +0.872 16
7   19 Felipe MASSA BRA Williams Mercedes 1:43.738 +0.996 18
8   26 Daniil KVYAT RUS Toro Rosso Renault 1:43.908 +1.166 21
9   18 Lance STROLL CAN Williams Mercedes 1:44.040 +1.298 17
10   11 Sergio PÉREZ MEX Force India Mercedes 1:44.138 +1.396 22
11   27 Nico HÜLKENBERG ALE Renault 1:44.312 +1.570 16
12   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari 1:44.344 +1.602 7
13   25 Carlos SAINZ JR ESP Toro Rosso Renault 1:44.401 +1.659 23
14   14 Fernando ALONSO ESP McLaren Honda 1:44.741 +1.999 18
15   20 Kevin MAGNUSSEN DIN Haas Ferrari 1:44.926 +2.184 20
16   2 Stoffel VANDOORNE BEL McLaren Honda 1:45.143 +2.401 17
17   8 Romain GROSJEAN FRA Haas Ferrari 1:45.491 +2.749 20
18   9 Marcus ERICSSON SUE Sauber Ferrari 1:45.645 +2.903 21
19   94 Pascal WEHRLEIN ALE Sauber Ferrari 1:45.722 +2.980 19
20   27 Jolyon PALMER ING Renault 1:53.040 +10.298 4
          Tempo 107% 1:49.934 +7.192  
                 
Recorde Nico ROSBERG ALE Mercedes 1:42.520 18/06/2016  
Melhor volta Nico ROSBERG ALE Mercedes 1:46.485 19/06/2016  
 
NOVA DERROTA EM 2017 MOSTRA QUE TOYOTA E LE MANS SÃO COMO ‘ÁGUA E ÓLEO’

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube