Button afirma que carros de 2014 da F1 vão começar temporada com ritmo semelhante ao da GP2

Segundo o inglês Jenson Button, a evolução nos carros não acontecerá tão depressa e os pilotos provavelmente vão iniciar a temporada com um ritmo próximo ao da GP2

O inglês Jenson Button não está muito confiante em um rápido desenvolvimento dos carros da F1 em 2014. O piloto da McLaren falou, nesta terça-feira (4), que acredita que o ritmo dos pilotos da principal categoria do automobilismo mundial estará próximo do que normalmente é visto na GP2.
 
Para Button, todas os carros da F1 vão demorar para alcançar uma grande evolução e, neste início de ano, poderão ser comparados aos modelos da GP2.
 
“Os carros vão ser muito próximos aos da GP2 neste início de ano em vários aspectos. Seremos rápidos, mas não muito. Este foi o primeiro teste com os novos pacotes, a evolução vai ocorrer”, disse o inglês.

Segundo Jenson Button, ritmo dos carros da F1 no início de 2014 vai lembrar o da GP2 (Foto: Getty Images)

O britânico disse também que a evolução nos carros durante todo o ano será muito maior que em relação ao ano passado. Com mudanças drásticas no regulamento, tudo deve melhorar progressivamente, de acordo com o campeão de 2009.
 
“No ano passado, com algumas novas regras, as diferenças entre os tempos do primeiro teste para os da primeira corrida já foram notáveis. Desta vez, porém, a melhora nos carros deve ser gigantesca. Os pilotos vão ser muito mais rápidos e, em questão de três corridas, vão melhorar ainda mais”, falou.
 
Button finalizou ressaltando que imagina, no final do ano, um ritmo próximo ao dos carros de 2013. Porém, até pelo peso dos novos modelos, eles vão seguir mais lentos.
 
“No final do ano, creio que não estaremos tão distantes do ritmo dos carros do ano passado. Os carros também são mais pesados, isto acresce certo tempo. Definitivamente, este ano sempre seremos um pouco mais lentos”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube