Cauteloso, Magnussen contém empolgação com performance da Haas e fala em “encarar uma corrida de cada vez”

Mesmo satisfeito com a performance apresentada pela Haas em Melbourne, Kevin Magnussen procurou manter os pés no chão e falou em encarar corrida a corrida. Companheiro de Romain Grosjean afirmou que não existem garantias de que o bólido norte-americano terá um bom desempenho no Bahrein

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Kevin Magnussen optou por uma abordagem “cautelosa” à temporada 2018 da F1, mesmo tendo ficado satisfeito com a performance da Haas em Melbourne. O companheiro de Romain Grosjean alegou que não existem garantias de que o VF-18 terá o mesmo desempenho no Bahrein.
 
Apesar do duplo abandono no GP da Austrália, a Haas surpreendeu na abertura do campeonato, com os dois pilotos rodando no top-5 antes do abandono. A performance, aliás, levou McLaren e Force India a questionarem a colaboração do time com a Ferrari.
Kevin Magnussen optou pela cautela e afirmou que nada garante a performance da Haas no Bahrein (Foto: Haas)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Foi bom ter um carro competitivo na Austrália. Eu curti guiar o carro durante todo o fim de semana”, disse Magnussen. “Mas não existe garantia de que seremos fortes no Bahrein, então temos de trabalhar duro para tentar entender o carro e garantir que vamos levar essa performance para a próxima corrida”, seguiu.
 
“Não estou encarando nada como garantido. De novo, temos um bom carro, mas sou cauteloso. Vamos encarar uma corrida de cada vez”, comentou.
 
Depois de revés de Melbourne, Magnussen afirmou que a Haas segue unida para deixar para trás o duplo abandono.
 
“Nós tentamos recuperar o foco e olhar para a próxima”, contou. “Pegamos as coisas positivas que podemos da Austrália, que é termos um bom carro. Levamos isso para o Bahrein”, explicou.
 
“Nós vencemos juntos e perdemos juntos. Todos cometem erros às vezes ― temos de abrir espaço para isso ―, mas vamos aprender com isso e melhorar juntos”, concluiu.
 
"RIDÍCULO E LEVIANO"

AJUDA DELIBERADA DA HAAS À FERRARI? NÃO FAZ SENTIDO ALGUM

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube