Williams prefere Albon por equilibrar melhor “juventude e experiência” que De Vries

Jost Capito, CEO e chefe da Williams, disse que Nyck de Vries merece um lugar na Fórmula 1, mas que Alex Albon tem uma vantagem sobre o holandês. O alemão falou sobre a relação respeitosa que tem com Toto Wolff, mas lembrou que a Williams “não é uma equipe B” da Mercedes

RUSSELL, BOTTAS e ALBON MOSTRAM NOVA CARA DO GRID DA F1 2022 + O ESTADO DE SCHUMACHER | TT GP #29

De certa forma, a opção da Williams em trazer Alex Albon para formar dupla com Nicholas Latifi na temporada 2022 surpreendeu a muitos no universo da Fórmula 1. Ligado à Red Bull, o anglo-tailandês concorria à vaga na equipe de Grove com Nyck de Vries, membro do programa da Mercedes, campeão da Fórmula E e que contava com todo o apoio de Toto Wolff, chefe da equipe que também é parceira técnica e fornecedora de motores da Williams. Mas por que, então, a Williams preferiu Albon?

Jost Capito, CEO e chefe da Williams, colocou na balança as características de cada um dos pilotos. Albon, anglo-tailandês nascido em Londres, tem 25 anos, foi terceiro colocado na Fórmula 2 em 2018 e tem duas temporadas de Fórmula 1 no currículo. O piloto fez 12 GPs pela Toro Rosso (atual AlphaTauri) e no meio de 2019 foi promovido a titular da Red Bull, em movimento que culminou com o rebaixamento de Pierre Gasly para a equipe B dos energéticos. Nesta temporada e meia pela escuderia tetracampeã do mundo, Alex conquistou dois pódios: nos GPs da Toscana e do Bahrein.

Entretanto, a Red Bull optou por contar com um piloto mais experiente a partir de 2021. Fora do seu Red Bull Junior Team, o programa de desenvolvimento de jovens pilotos da marca dos energéticos, Sergio Pérez foi contratado para esta temporada e teve seu contrato renovado para 2022 para seguir fazendo dupla com Max Verstappen.

LEIA TAMBÉM
+Briga entre Schumacher e Mazepin ganha ares de incontornável e tumultua futuro da Haas

Jost Capito explicou por que preferiu Alex Albon ao invés de Nyck de Vries (Foto: Williams)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Nyck de Vries, holandês de 26 anos, tem no seu histórico títulos na base como a conquista da Fórmula Renault Eurocup e ALPS na temporada 2014. Foi membro do programa de desenvolvimento da McLaren quando era mais jovem. Sem o vínculo com a equipe britânica, foi campeão da Fórmula 2 em 2019 correndo pela ART Grand Prix. Sem espaço na F1, De Vries foi contratado pela Mercedes e foi alçado ao posto de titular da equipe na Fórmula E. Na acirrada temporada deste ano, conquistou duas vitórias e faturou o título da categoria.

Apesar dos anseios de Wolff em encaixar seu piloto na Williams para 2022, Capito disse que, no momento, Albon é uma opção melhor para a equipe como substituto para George Russell.

“Tenho uma relação de longa data com Toto. Temos um grande respeito um pelo outro e acho que ele também entende as nossas necessidades. Claro que Nyck é seu piloto na Fórmula E. Acho que ele ficaria feliz se [Nyck] estiver na Fórmula E por mais uma temporada. Acho que ele não ficaria muito mal com isso”, afirmou o dirigente alemão em entrevista à revista britânica Autosport.

“Por outro lado, acho que Nyck merece um lugar na Fórmula 1, sem dúvida. Só que, para nós, quando temos de equilibrar juventude e experiência, Alex tem uma vantagem sobre Nyck. Mas isso não significa que Nyck teria sido pior no cockpit no ano que vem. De forma alguma”, salientou.

Capito lembrou que a relação da Williams com a Mercedes é de parceria técnica e de clientela para os motores e não o de filial e matriz, como acontece com a AlphaTauri em relação à Red Bull.

“Acho que Toto, no fim das contas, entende, e nós entendemos que não somos uma equipe B, não somos uma equipe satélite. Temos de tomar as decisões certas para nós. Toto respeita isso totalmente. Ele também está totalmente ciente da capacidade que Alex tem e também é da opinião que Alex merece um lugar na Fórmula 1, então ele apoia [a decisão]”, declarou Capito.

O CEO da Williams foi questionado sobre o ‘timing’ do anúncio de Albon, feito somente um dia depois da confirmação de Russell pela Mercedes. Recentemente, o alemão falou que levaria algum tempo para tomar a decisão sobre a sua dupla para 2022, mas disse que, com a definição do quadro para a próxima temporada, o melhor era logo fazer a confirmação para garantir estabilidade para a sequência do campeonato e para os trabalhos de preparação para o ano que vem.

“Dissemos que íamos demorar até que soubéssemos exatamente o que queríamos fazer. Quando chegamos à conclusão de que essa é a coisa certa a ser feita, então não faz sentido [não anunciar]. É muito melhor, para todos os envolvidos, que isso fique claro, especialmente antes de irmos para as corridas lá fora [da Europa]”, declarou.

“Com essas corridas no exterior, você está em cada ainda menos e é ainda mais difícil se comunicar, por isso estamos muito felizes porque conseguimos resolver isso antes de começarmos a temporada lá fora. É simplesmente muito mais prático e fácil”, encerrou Jost Capito.

PETECOF VOLTA ÀS PISTAS E ENZO FITTIPALDI ESTREIA NA FÓRMULA 2 | Giro BR #25

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar