Chefe da Mercedes analisa disputa do título e diz que Vettel foi derrotado pela “emoção e pela raiva” em 2017

Chefe da Mercedes, Toto Wolff também falou sobre a disputa do título entre Lewis Hamilton e Sebastian Vettel. Para ao austríaco, o ferrarista perdeu a batalha porque se deixou levar pelas emoções e pela raiva. O dirigente citou o incidente em Baku e também a largada acidentada de Singapura

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Sebastian Vettel foi derrotado por seu lado emocional em 2017, de acordo com o chefe da Mercedes, Toto Wolff. O austríaco fez uma análise da disputa pelo título travada entre Lewis Hamilton e o piloto da Ferrari. O dirigente afirmou que, embora parece uma pessoa calma, o ferrarista se deixa levar pelas emoções.

 
"As emoções o fizeram vencer antes. Mas, neste ano, elas o derrotaram. A personalidade de Lewis, ao contrário, cresceu e, como piloto, se tornou alguém muito forte", disse Wolff em entrevista à BBC 5.
Vettel perdeu porque se deixou levar pela raiva e pela emoção, diz Toto Wolff (Foto: Sky Sports/Twitter)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

O comandante da esquadra prata ainda usou como exemplo o incidente em Baku, quando Vettel reclamou de Hamilton e acabou batendo no carro do adversário. "Olha imediatamente os dados para ver se Lewis havia feito mesmo o break-test, mas não vimos nada, mas a emoção e a raiva de Sebastian o dominaram naquele momento. E ele seria o primeiro a reconhecer isso. Se pudesse voltar no tempo, tenho certeza de que faria de novo", falou.

 
Wolff também lembrou da largada em Singapura, quando Vettel – saindo da pole – acabou se envolvendo em um acidente com Max Verstappen e Kimi Räikkönen antes da primeira curva. Com o abandono, Hamilton teve pista livre para conquistar a terceira vitória seguida na segunda fase da temporada e abrir distância no campeonato.
 
"Não sei se foi a pressão ou não. Sebastian sabia que para somar 25 pontos em Singapura precisava liderar a corrida, então fez uma boa largada, mas, por causa da falta de visibilidade desses carros, acabou causando um efeito em cadeia", concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube