F1

Chefe da Mercedes diz que reveses tornaram vitórias mais doces e indica GPs decisivos: Itália e Singapura

Toto Wolff, chefão da Mercedes, lembrou os momentos cruciais da temporada 2018, marcada pela dura batalha com a Ferrari. Para o dirigente, os GPs da Itália e de Singapura foram decisivos para a conquista do pentacampeonato de Lewis Hamilton

Warm Up, da Cidade do México / EVELYN GUIMARÃES, do Hermanos Rodríguez
Lewis Hamilton se tornou pentacampeão da F1 no último domingo (28), depois de cruzar a linha de chegada na quarta colocação no GP do México. Ao falar da conquista do inglês, Toto Wolff sublinhou os feitos do #44 na temporada 2018 e afirmou que a quinta taça do mundo veio em um ano em que Hamilton se concentrou mais corrida a corrida do que naquilo que poderia obter no futuro. O chefão da Mercedes também apontou os momentos cruciais do campeonato.
 
De novo, o piloto britânico travou uma dura batalha contra Sebastian Vettel, da Ferrari. Na verdade, foi na primeira parte do ano que a disputa se mostrou mais acirrada, com constantes mudanças na liderança da classificação e até um abandono para os prateados. O campeonato teve um início tão interessante que Hamilton só foi vencer pela primeira vez na quarta etapa, no Azerbaijão, depois que Vettel e Valtteri Bottas deixaram a briga na parte final da corrida. Já o alemão começou a temporada com dois triunfos. 
 
Só que o ferrarista não foi capaz de se manter forte, apesar de ter nas mãos um carro excelente. Uma sequência de erros acabou minando suas chances. E foi nesses momentos que Hamilton aproveitou para abrir vantagem. Wolff, então, citou as duas corridas que, para ele, marcaram a temporada em favor de Lewis. 
Lewis Hamilton (Foto: AFP)
“Um momento crucial, para mim, foi Monza. E o outro foi a performance em Singapura”, afirmou o dirigente austríaco em entrevista aos jornalistas, incluindo o GRANDE PRÊMIO
 
Na Itália, Hamilton venceu contra todos os prognósticos, já que a Ferrari havia feito a dobradinha no grid e vinha em uma performance muito sólida. Seb se envolveu em um toque com o próprio inglês ainda na primeira volta e acabou fora da disputa. Em Marina Bay, Lewis cravou uma pole belíssima, em uma pista temida pela Mercedes, e faturou a corrida. 
 
Dados os altos e baixos, além das performances de gala de Lewis, o chefão da esquadra prateada não hesitou em dizer que as vitórias em momentos em que o carro alemão não era o melhor se tornaram mais saborosas e deram o tom da temporada. “Hoje, na posição que estamos na F1, nós adoramos a competição. E eu também gosto muito da sensação de não saber se fizemos ou não o suficiente. Então, os reveses que tivemos neste ano tornaram as vitórias ainda mais doces”, explicou Toto, que ainda revelou o segredo do desempenho tão cirúrgico de Hamilton ao longo de 2018. 
 
“Acho que o segredo para o quinto campeonato é que ele se concentrou em fazer uma coisa de cada vez ao invés de olhar muito para o futuro”, encerrou.

O Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece este ano nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos para a corrida estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br