F1

Chefe da Mercedes elogia “versátil e poderosa” Ferrari e admite limitações do W10

Em entrevista ao site da revista 'Autosport', Toto Wolff elogiou o novo pacote aerodinâmico da equipe de Maranello para a prova deste final de semana e falou do desempenho de seus dois pilotos na classificação

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
O chefe da Mercedes, Toto Wolff, foi só elogios ao desempenho da Ferrari na classificação do GP de Singapura neste sábado (21), que deu a Charles Leclerc a terceira pole consecutiva na temporada 2019 da Fórmula 1.
 
Em entrevista ao site 'Autosport', Wolff acredita que a Ferrari agora possui um carro versátil e poderoso na Formula 1. "Acho que você sempre precisa ter a Ferrari no radar", disse o austríaco. “Ouvi durante o final de semana que ficaria entre Mercedes e Red Bull e a Ferrari não chegaria a lugar algum, mas acredito que a equipe é uma força a ser considerada sempre”.
 
O resultado brilhante de Leclerc é fruto da nova filosofia aerodinâmica da equipe vermelha. Para Wolff, a volta “bagunçada” do monegasco mostrou a força do piloto para esta prova. “Quando olhamos para a volta de Charles, vemos um grande momento na curva 3, além de outro estalo brilhante. Então, no geral, nota-se que é um pacote poderoso”, elogiou.
Charles Leclerc fez a pole position em Singapura (Foto: Ferrari)
Sobre seus dois pilotos na classificação em Marina Bay, Toto afirma que as limitações de seu W10 estiveram relacionadas a encontrar o ponto ideal do pneu, apesar de Hamilton ter dividido as Ferraris no grid e Bottas ficar somente na quinta colocação.
 
“Neste final de semana, às vezes, os pilotos sentiram que o nível de aderência era bom e outras vezes não", disse Wolff. "Acho que, quando importava, provavelmente não estávamos no melhor lugar. Temos de nos agarrar pelo nariz e saber que não fizemos tudo certo”, completou.
 
Sobre a pista de Singapura, o líder da Mercedes afirma ser um traçado especial que precisa de uma certa técnica para equilibrar o carro no chão e fazer uma volta rápida. Porém, não está satisfeito com o desempenho da equipe até aqui. “Tivemos dias ruins até aqui, não conseguimos entender o que precisava ser feito, mas no ano passado, fomos muito bem. Singapura tem coisas traiçoeiras”, afirmou.
Valtteri Bottas (Foto: Mercedes)
O GP de Singapura, válido pela 15ª etapa da Fórmula 1 2019, larga às 9h10 (horário de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL. A cobertura completa você encontra aqui.

 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.