Chefe da Mercedes exalta “pilotagem maravilhosa” de Hamilton em Portugal

Toto Wolff, chefe da Mercedes, se deleitou com a atuação de Lewis Hamilton e lamentou os problemas que impediram Valtteri Bottas de lutar pela segunda posição

Lewis Hamilton conquistou a vitória 97 na F1: assista aos melhores momentos do GP de Portugal de F1 (Foto: GRANDE PREMIO com Reuters)

Toto Wolff, chefe da Mercedes, elogiou o trabalho de seu principal piloto após o GP de Portugal deste domingo (2). Afinal, foi a vitória 97 de Lewis Hamilton na Fórmula 1, e em corrida em que ele teve de superar Valtteri Bottas e Max Verstappen na pista.

Mesmo sem ter conquistado a primeira dobradinha da temporada, o comandante da Mercedes se mostrou muito satisfeito com a atuação da equipe em Portugal, apontando que os três primeiros colocados da prova, Hamilton, Bottas e Verstappen, da Red Bull, estiveram em um nível acima dos outros pilotos.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

LEWIS HAMILTON; GP DE PORTUGAL; VITÓRIA 97; MERCEDES; FÓRMULA 1;
Lewis Hamilton festeja a vitória 97 da sua laureada carreira na F1 (Foto: Mercedes)

“Com certeza uma pilotagem maravilhosa. Parecia sob controle durante toda a corrida. Valtteri parecia ter um bom ritmo no começo e dava para notar que foi difícil para o Lewis alcançá-lo. Então, ele conseguiu a ultrapassagem e foi embora”, disse o chefe da Mercedes sobre a atuação de Hamilton em Portugal.

Apesar da satisfação com Hamilton, Wolff também teve problemas: ele precisou lamentar as dificuldades que Bottas teve ao longo da prova – mesmo assim, celebrou o desempenho do finlandês.

“Você podia ouvir em sua voz que ele estava se esforçando. Foi lamentável, ele realmente alcançou Max e então estabilizou na casa de 1,4s a 1,6s de diferença, mas ele tinha mais para vir no final da corrida e então fizemos uma mudança de sensor que dizia que o escapamento estava aquecendo. Não podíamos ignorar isso, então o motor entrou em modo de proteção custando 5 segundos.”, seguiu.

“No início, o Valtteri estava pressionando tanto e com o uso do DRS aqui e com a passagem de Lewis estava tudo bem. Esses três estiveram em um nível próprio hoje. Valtteri teria ameaçado Max no final se não tivesse problemas com o PU. Acho que precisamos dar crédito a ele, considerando onde ele estava há uma semana”, concluiu.

Hamilton é o líder do Mundial, com 69 pontos, mas Bottas é apenas o quarto, com 32. Entre os Construtores, a Mercedes ponteia, com 101 pontos, 18 à frente da Red Bull.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube