Chefe da Mercedes fala em “aumentar ainda mais vantagem” para rivais e diz que “não há nada garantido” sobre título

Toto Wolff, chefão da Mercedes, não está satisfeito com a atual performance da esquadra alemã e quer mais. "O nosso objetivo é aumentar a vantagem que mostramos na China", disse

O amplo domínio demonstrado neste início de 2014 ainda parece não ser suficiente para a Mercedes. A equipe alemã venceu todas as quatro provas até momento e largou da pole em todas também. Nico Rosberg lidera o Mundial, com quatro pontos de diferença para o companheiro, Lewis Hamilton, vencedor dos últimos três GPs. Ainda assim, Toto Wolff, chefão da esquadra prateada, quer mais e disse que não há nada garantido.

O dirigente austríaco afirmou que a meta principal agora é aumentar ainda mais a vantagem para as adversárias. "O nosso objetivo é aumentar a vantagem que mostramos na China", disse. "Vimos que nossos rivais não estão parados na busca por nos alcançar. Como equipe, cabe a nós aumentar o desafio deles", completou.

Mercedes quer mais em2014 (Foto: Getty Images)

"Se quisermos garantir um domínio grande neste esporte, qualquer pequena vantagem é importante e precisamos trabalhar muito nisso", acrescentou.

Wolff sugeriu ainda que a performance avassaladora mostrada pela Mercedes até o momento não é tão impressionante como parece. "Eu acredito que temos um desempenho excepcional, mas nada está garantido", afirmou.

"Daqui a alguns anos, nós vamos olhar para trás e dizer que tudo isso foi realmente ótimo: quatro corridas, quatro vitórias seguidas e três dobradinhas. Porém, agora, precisamos manter os pés no chão e nos concentrar no desenvolvimento do carro", finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube