Chefe da Red Bull vê lance normal com Leclerc e elogia maturidade de Verstappen

Christian Horner defendeu a manobra decisiva de Max Verstappen em cima de Charles Leclerc e exaltou a grande pilotagem do holandês na Áustria

A Red Bull não tem dúvidas que Max Verstappen não merece uma punição pelo toque em Charles Leclerc na manobra que decidiu o GP da Áustria. Neste domingo (30), Christian Horner exaltou a ultrapassagem e, principalmente, a corrida de recuperação do holandês de sétimo após a largada para o primeiro triunfo no ano.
 
O chefe do time da marca de energéticos garantiu que Verstappen não teve culpa na largada em que ficou parado e exaltou a forma como o holandês conseguiu reagir e deixar para trás carros que eram mais velozes em outras provas.
Max Verstappen celebra a vitória (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

"Que pilotagem. Depois da largada, em que o carro entrou em um modo que ficou parado, achei que poderíamos, talvez, pegar um pódio, mas o jeito que ele se recuperou e chegou no grupo da frente, que poupou pneus, foi inacreditável. Acho que estávamos com muita aderência na largada e por isso ficamos parados, ele meio que virou passageiro ali. Mas manteve os pés no chão e teve muita maturidade para passar Vettel, Bottas e buscar Leclerc", disse à emissora britânica 'Sky Sports'.

 
Horner afirmou que só acreditou mesmo na chance de vitória após a ultrapassagem em cima de Valtteri Bottas e defendeu o movimento que Verstappen fez em cima de Leclerc.
 
"Com a asa aberta faltando três ou quatro voltas, já sentimos que algo de bom poderia acontecer aqui na nossa casa. Ele teve a oportunidade ali por dentro, estavam lado a lado. Não tinha como desistir de passar ali, Leclerc tem de dar espaço. Voltou agressivamente, mas o que o Max poderia fazer? Foi normal", completou.
 
Paddockast #23
Lágimas em Le Mans

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar