Chefe da Haas vê calendário da Fórmula 1 injusto para funcionários: “Há um limite”

Guenther Steiner, chefe de equipe da Haas, questionou o tamanho do calendário atual da Fórmula 1, com 23 etapas previstas. Por conta da pandemia, muitas etapas podem ser afetadas, especialmente as rodadas triplas programadas para este ano

Hamilton pega Verstappen na tática e vence: assista aos melhores momentos do GP da Espanha (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Para 2021, a Fórmula 1 planeja realizar a maior temporada da história, com 23 etapas. Apesar disso, o GP da Turquia está ameaçado após entrar na zona vermelha do Reino Unido, onde a maioria das equipes possui sede. Por isso, o longo cronograma, e que ainda pode sofrer alterações, preocupa Guenther Steiner, chefe da Haas.

A etapa turca foi colocada no calendário para 2021 logo após o cancelamento do GP do Canadá, que exigiu um período de 14 dias de quarentena para quem chegasse ao país. A situação dificultaria a F1, que correria dias antes no GP do Azerbaijão. Na Turquia, a situação é semelhante, mas o calendário apertado, com corridas em sequência na França e na Áustria, dificultam a programação.

De acordo com Steiner, em entrevista ao site Autosport, o longo calendário e as dificuldades com a pandemia de Covid-19 acabam aumentando os problemas para os funcionários das equipes, cada vez mais distantes de suas casas.

GP DA ESPANHA; LARGADA; MAX VERSTAPPEN; LEWIS HAMILTON
A largada do GP da Espanha, quarta etapa da F1 em 2021 (Foto: Circuit de Barcelona-Catalunya)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Tudo é possível, mas há um limite do que você conseguir pedir para as pessoas fazerem. Precisamos ser respeitosos porque algumas pessoas não vão para casa há seis semanas. Não acho justo”, afirmou o chefe da Haas.

“Quer dizer, é bom trabalhar, mas em um certo ponto não é como se o resto do seu cronograma fosse tranquilo. No ano passado já foi difícil e neste ano, especialmente no fim, será complicado com todas as corridas que temos para fazer. Mas não precisamos exagerar com isso, não considero uma opção, apenas seguir pelos próximos dois meses e depois voltar para casa”, continuou o dirigente.

A temporada 2021 da Fórmula 1 ainda promete algumas viagens ingratas para equipes e pilotos, como três rodadas triplas planejadas em diferentes continentes, além de uma viagem separada para a Austrália — inicialmente programada para abrir o campeonato — e uma sequência no Oriente Médio para fechar o certame.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar