Chefe nega saída da Mercedes da F1, mas diz que Hamilton tem “opções”

Toto Wolff afirmou que a Mercedes não vai deixar a Fórmula 1 ao fim da temporada 2020. Chefe de equipe também falou sobre o futuro de Lewis Hamilton, afirmando que não encontra o piloto desde o fim de 2019 e espera o início das atividades da categoria para retomar negociações de contrato

Chefe de equipe da Mercedes, Toto Wolff é uma peça fundamental no crescimento da equipe mais dominante da Fórmula 1, que acumulou seis títulos de pilotos e construtores nos últimos anos.
 
Como sócio do time, Wolff afirmou que a Mercedes não sairá da categoria após 2020. O site inglês ‘RaceFans’ reportou que uma reunião da alta cúpula acontecerá na próxima semana para decidir o futuro, mas Toto negou a possibilidade sair.
 
"Mercedes definitivamente estará em 2021. Nós queremos ficar. A Fórmula 1 faz sentido para nós”, declarou em entrevista ao site alemão ‘Auto Motor und Sport’.
Lewis Hamilton (Foto: Mercedes)
Wolff também deu informações sobre o futuro de Lewis Hamilton. O hexacampeão tem contrato com o time alemão até o fim de 2020 e ainda não anunciou sobre o futuro. O chefe afirmou que não conversa com o piloto desde o fim de 2019.
 
"A última vez que nos encontramos foi na festa de natal. Comentamos sobre o futuro. Desde então, apenas falamos por WhatsApp. Quando você trabalha por 10 meses, é importante ter tempo para descansar, por isso que nos afastamos em dezembro e janeiro. Quando começar tudo de novo em fevereiro, sentaremos para discutir", comentou.
 
Wolff também afirmou que tanto Hamilton quanto Mercedes podem escolher a respeito de seus respectivos futuros.
 
"Como um piloto do nível dele, Lewis sempre tem opções. O mesmo para nós. Enquanto continuarmos a construir um carro rápido, sempre estaremos em uma situação onde podemos escolher pilotos", concluiu.
 
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar