Ciente de início de 2019 ruim, Gasly diz que “resposta sempre será na pista”

Pierre Gasly reconheceu sua parcela de culpa pelo desempenho abaixo do esperado na Red Bull, mas não quer ficar falando mais sobre o tema e, menos ainda, dando declarações dizendo que merece voltar. O francês quer mostrar seu valor apenas na pista

Pierre Gasly viveu um final de semana mágico em Interlagos. Melhor da F1 B a etapa toda, o francês foi escalando a parte da frente do grid e, aproveitando as oportunidades que surgiram, terminou o GP do Brasil com o primeiro pódio da carreira na F1. Rebaixado pela Red Bull meses atrás, Gasly sabe que não fez por merecer a continuidade, mas agora trabalha para provar que deve ter uma nova grande chance na vida, sem muitas palavras sobre o tema.
 
Em entrevista coletiva acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO, o piloto da Toro Rosso falou em tirar 2019 para aprender com o que aconteceu antes das férias e levou ao rebaixamento. No entanto, sem desespero, lembrou que ainda tem toda uma carreira pela frente.
 
"Acho que vou lembrar dessa temporada como de aprendizado, sim. Sei da minha parcela de responsabilidade, mas também da equipe, todo mundo contribuiu para a falta de performance. A F1 é um esporte muito complexo, nem sempre o que você acha que é o máximo é o suficiente, às vezes as coisas não acontecem, mas, sim, teria um monte mesmo de coisa que eu faria diferente, mas tirei a lição, sei o que preciso mudar, mas tenho 23 anos, tenho um futuro grande pela frente, minha única resposta será sempre na pista, meu foco é esse", disse.
Pierre Gasly quer falar menos e fazer mais para retomar os rumos da carreira (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

Gasly contou que tem uma espécie de diário para ir relatando o que precisa ser melhorado, mas, perguntado se revelaria o conteúdo dele, preferiu manter apenas para si.

 
"Tenho um livro em que escrevo tudo, isso me faz bem, é sobre tudo que eu tenho feito bem ou então tudo que eu preciso melhorar. Mas eu prefiro, por enquanto, guardar as coisas do livro comigo e seguir aprendendo", completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube