Com carro ainda instável, Bottas vê vantagem para rivais como “um pouco surpreendente”

Piloto do #77 disse também que não acertou a volta rápida no segundo treino livre, então há muito mais a tirar da Mercedes

Valtteri Bottas terminou o segundo treino livre desta sexta-feira (4), em Monza, com a segunda colocação. Mesmo assim, atrás de Lewis Hamilton, ainda esteve 0s5 mais rápido que o terceiro colocado, Alexander Albon. Uma vantagem totalmente inesperada, segundo o finlandês, no estágio que a Mercedes esteve.

Enquanto se mostrou mais elogioso ao carro da sexta-feira que Hamilton, Bottas relatou instabilidade traseira e apontou que ele próprio não fez grande volta no TL2. Por tudo isso, colocar tamanha banca para as rivais não era esperado.

“A sensação do carro foi boa durante o dia. Tenho certeza de que ainda posso melhorar. Diria que o maior problema para mim foi um pouco de falta de estabilidade na traseira em algumas curvas, mas tirando isso esteve tudo muito bem. Creio que o desempenho e os tempos de volta na comparação aos outros é um pouco surpreendente. Claro que temos que ver o que acontece amanhã”, disse.

“Há mais a tirar, como sempre, com certeza. Creio que minha volta no segundo treino não foi tão boa, então, do meu lado, temos bem mais a tirar. Tenho certeza de que é o mesmo para todas as equipes”, afirmou.

“É uma volta rápida e curta e não tem muita curva para recuperar. Será uma batalha legal, mas sinto-me realmente bem. Estou ansioso”, finalizou.

A Fórmula 1 volta a acelerar em Monza na manhã deste sábado, a partir de 7h (de Brasília), enquanto o treino classificatório que vai definir o grid de largada está marcado para 10h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo sobre o GP da Itália AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube