Com futuro incerto na F1, Magnussen diz que pode fazer pouco para renovar com Renault e avisa: “Não vou implorar”

Kevin Magnussen reconheceu que não tem muito como influenciar a escolha da Renault para 2017, exceto fazer um bom trabalho a cada corrida. Piloto de 23 anos garantiu que não vai implorar por um segundo ano no time

Kevin Magnussen ganhou da Renault uma nova chance na F1 em 2016, mas garante que não vai implorar por um segundo ano com a fábrica francesa. 
 
Ao longo da temporada 2016, a Renault somou apenas seis pontos, todos eles com Magnussen. Embora reconheça que as dificuldades eram esperadas, a fábrica francesa não está lá muito satisfeita com a atuação dos pilotos e considera trocar a dupla para 2017.
 
Às vésperas do GP da Bélgica, Magnussen admitiu que já fez tudo que podia para garantir uma novo oportunidade.
Kevin Magnussen disse que não vai implorar por vaga na Renault (Foto: Getty Images)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

“Não há nada mais que eu possa fazer ou dizer”, declarou Magnussen em entrevista à revista inglesa ‘Autosport’. “Tive algumas boas oportunidades para mostrar o que eu posso fazer. Eu claramente tirei o máximo do carro na classificação na maior parte do tempo, e também somei os únicos pontos que o time conseguiu na temporada”, lembrou.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Sei que não é minha decisão — se fosse, eu teria um contrato muito longo —, mas eu só posso fazer meu melhor e ver o que acontece”, disse. “Não vou implorar. Vou fazer meu melhor dentro e fora da pista e aí veremos”, garantiu.
 
Aos 23 anos, Magnussen sabe que tem uma concorrência forte pela vaga, incluindo Sergio Pérez e Esteban Ocon, que era reserva do time e agora assume o posto de Rio Haryanto na Manor.
 
“Toda temporada na F1, a menos que você tenha um acordo de longo prazo, você luta por seu futuro em cada corrida”, ponderou. “Não tem uma corrida em que você não está sob pressão. É um teste cada vez que você está no carro”, frisou.
 
“Isso é natural, vem com o território na F1, e nós sabemos que neste ponto da temporada tem muitas conversas ao redor dos pilotos, quer eles permaneçam ou estejam de saída”, disse. “Aprendi na última vez que estive na F1 que você nunca pode se sentir seguro, então estou apenas tentando fazer meu melhor, trabalhando o mais duro que posso e o mais próximo que posso do time”, seguiu.
 
Embora a Renault tenha sinalizado uma decisão para setembro, Magnussen confirmou que não teve conversa nenhuma com o time ao longo das férias.
 
“Eu li o que Fred [Vasseur, chefe da Renault] disse. Se esse é o caso, é bom, mas vamos ver”, afirmou. “Está bem claro quem está na disputa pela vaga e o que for para ser, vai ser”, minimizou.
 
“De certa forma, cabe a mim, porque eu estou guiando o carro e preciso entregar, mas, de muitas formas, também está fora das minhas mãos”, considerou. “Só posso fazer o meu melhor e, se eu fizer isso, não há nada mais que eu possa fazer”, concluiu.
PADDOCK GP #43 DEBATE INDY E MOTOGP E FAZ PRÉVIA DA F1

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube