Com Giovinazzi, F1 volta a ver italiano e Alfa Romeo liderarem uma corrida

Liderança de quatro voltas de Antonio Giovinazzi no GP de Singapura deste domingo (22) foi a sua primeira na Fórmula 1. De quebra, o piloto ajudou a quebrar três jejuns nesta noite

Durante o GP de Singapura, 15ª etapa da temporada da Fórmula 1, a breve liderança de Antonio Giovinazzi, da Alfa Romeo, quebrou vários jejuns no Mundial. Giovinazzi se aproveitou das paradas dos pilotos que estavam à sua frente para escalar o grid e, quando o então líder Lewis Hamilton parou na volta 27, o italiano assumiu a ponta, onde ficou até a volta 31, quando foi ultrapassado por Sebastian Vettel.
 
Além de ter sido a primeira vez que o piloto italiano liderou uma corrida na principal categoria do automobilismo mundial, foi a primeira vez que a Alfa Romeo esteve à frente em um GP em 26 anos, desde Andrea de Cesaris, no GP da Bélgica de 1983.
Antonio Giovinazzi chegou a liderar o GP de Singapura (Foto: Alfa Romeo)

Foi um marco também para o automobilismo italiano, que não tinha um piloto liderando uma prova há dez anos. A última vez foi com Giancarlo Fisichella no GP da Bélgica, a bordo de uma Force India. ‘Fisico’ largou na pole nesta prova em Spa-Francorchamps.

 
E o último jejum quebrado tem relação com a F1 atual. Desde 2015 que uma equipe fora do trio Mercedes-Ferrari-Red Bull não liderava uma corrida. Na última ocasião, o finlandês Valtteri Bottas esteve à frente por algumas voltas durante o GP da Inglaterra, em Silverstone, quando corria pela Williams.
 
O GP de Singapura terminou com dobradinha da Ferrari, com Sebastian Vettel na frente e Charles Leclerc em segundo, coroando um dia praticamente perfeito para os italianos.
 
Max Verstappen completou o pódio em terceiro. Giovinazzi terminou em décimo e pontuou pela terceira vez em sua temporada inaugural na F1. O piloto, que ainda não tem contrato para a próxima temporada, soma 4 pontos e ocupa o 18º lugar no Mundial.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar