Como vai funcionar GP do Azerbaijão após F1 mudar formato para corridas sprint?

Após confirmação de como será a nova formatação dos fins de semana de corridas sprint da Fórmula 1, GRANDE PRÊMIO traz explicação do que vai acontecer

NOVO FORMATO: F1 2023 MUDA CORRIDA SPRINT. SAIBA DETALHES

É hora de testar um novo formato para as corridas sprint da Fórmula 1. Após dois anos e seis edições das sprint com a mesma descrição para os fins de semana em que está contida, o Mundial resolveu mudar e inovar. Serão seis edições em 2023, o dobro de cada um dos últimos anos, mas a F1 esperou até três dias antes da primeira prova curta para oficializar a formatação diferente. O GRANDE PRÊMIO explica agora como o será o funcionamento.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

A corrida sprint da F1 com o formato antigo foi a do Brasil, em 2022 (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

O que muda em termos gerais

Relacionadas


Esqueça o formato de fins de semana normais da Fórmula 1 — aqueles que contam com três treinos livres, uma classificação e uma corrida — e pense nas outras corridas sprint. Antes, estes eventos contavam com um treino livre e a classificação oficial, que definia o grid de largada para a corrida sprint, na sexta-feira. No sábado pela manhã, um segundo treino livre abria o dia para a sprint que ocorria horas mais tarde e que, além de valer pontos, também definia o grid de largada para a corrida do domingo.

Com o intuito de transformar a sprint em algo mais destacado da configuração tradicional, a Fórmula 1 agiu para distanciá-la ainda mais. Assim, o segundo treino livre saiu de cena e deu lugar a uma classificação ‘pocket’, de 30 minutos. Desta maneira, a classificação oficial vai formar o grid da largada para a corrida do domingo, enquanto a prova curta terá sua própria formação de grid.

Uma grande parte dos pilotos gostou do novo sistema aprovado, porque atendeu a um pedido da GPDA (Associação dos Pilotos da F1). Os competidores têm pressionado para que a F1 promova uma separação entre sprint e GP, na tentativa de proporcionar provas mais agitadas. “É a direção que pedimos à F1 e à FIA se quiserem um melhor espetáculo. Eles nos perguntaram e nós dissemos que precisamos que o resultado da sprint não seja considerado para a corrida do domingo”, revelou Carlos Sainz em declaração ao site da revista inglesa Autosport.

Estreia nas ruas da parte histórica de Baku, com o GP do Azerbaijão (Foto: Ferrari)

Como será feito

O fim de semana será aberto da maneira como já acontecia anteriormente. Na sexta-feira, o primeiro e único treino livre a ser realizado na pista de Baku abre os trabalhos. Mais tarde, a classificação oficial define o grid de largada para a corrida do domingo.

O sábado é um dia solitário, que recorre a soluções com fim nele próprio. Pela manhã, haverá uma classificação de 30 minutos, com formato espelhado naquele da definição oficial do grid de largada.

O Q1 terá 12 minutos e elimina cinco pilotos, seguido por um Q2 de dez minutos e que elimina outros cinco. O Q3 define os dez primeiros colocados e o pole da sprint em somente oito minutos. É obrigatório utilizar pneus médios para Q1 e Q2, enquanto os macios são necessários para o Q3.

A corrida sprint vem mais tarde no sábado, naquele horário separado para a classificação em fins de semana não-sprint. Será no esquema já conhecido: 1/3 da distância da corrida oficial e, portanto, com 17 voltas, e valendo oito pontos para o vencedor, sete para o segundo colocado, seis para o terceiro e assim em diante até chegar a um ponto único entregue ao oitavo colocado.

O resultado final da corrida sprint em nada afetará o grid para a prova do domingo, estabelecido desde sexta-feira com a classificação oficial.

No domingo, a corrida ocorre como tradicionalmente conhecida: 54 voltas como centro do evento como um todo.

Max Verstappen venceu em Baku em 2022 (Foto: Red Bull Content Pool)

Quais os horários

Como o Azerbaijão está na parte oriental da Europa, o fuso horário é de duas horas mais tarde em relação ao de cidades como Paris, Berlim e Roma, enquanto acaba por ser três horas mais tardio que o de Londres. Por isso, no Brasil, o cronograma aponta atividades no começo da manhã.

Na sexta-feira, o treino livre abre os trabalhos às 6h30 [de Brasília, GMT-3], enquanto a classificação começa às 10h; no sábado, a classificação sprint inicia às 5h30, com a corrida sprint marcada para as 10h; no domingo, por fim, a largada é esperada para as 8h.

Além do Azerbaijão, os outros cinco eventos sprint na temporada serão os GPs da Áustria, Bélgica, Catar, Estados Unidos e São Paulo.

O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades de pista do GP do Azerbaijão.

F1 VOLTA NO AZERBAIJÃO E MERCEDES MUDA TUDO | Paddock GP #326
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.