Confira declarações dos pilotos após o GP do Azerbaijão, quarta etapa da temporada 2019 da F1

Valtteri Bottas conseguiu um acerto de contas com o GP do Azerbaijão e segurou Lewis Hamilton para comandar a quarta dobradinha da Mercedes na temporada. 11s739 atrás do vencedor, Sebastian Vettel completa o pódio

Valtteri Bottas venceu o GP do Azerbaijão deste domingo (28). O #77 suportou a pressão de Lewis Hamilton nas voltas finais em Baku para receber a bandeirada com 1s524 de vantagem para o britânico e garantir a quarta dobradinha da Mercedes na temporada 2019 da Fórmula 1.
 
11s739 mais lento que o #77, Sebastian Vettel ficou com o último posto do pódio, com Max Verstappen aparecendo logo atrás. Depois do revés da classificação, Charles Leclerc fez uma prova de recuperação e ficou com o quinto posto.
Valtteri Bottas venceu em Baku (Foto: AFP)

Resultado de imagem para emoji microfonePaddockast #15: Você manja mais de Fórmula 1 do que Flavio Gomes?

F2Olx0/ItYK5sZyt6prSqk8fjuaZsPT4AhTaveHp394GAD7mECpRdvaIgeT5i1NYo0VnEu1bifJHeCgbtMh9RtSHYy2AhCGLEPXJIEml5BnrVcVzH+oRb7obSwid0ndE7t3muxsu9zapZrgVcBLg/Y52FdYl2iyZbmsSQqp1//dZaJxPPtSTY+MGAi0RwtAMRlPePutTphszI1SYdrOAWNpgcIjN0QajExJK4m25KIeU1wdhSsjqjp+ccYs+nc7/HiL5Y/Z5dl78SsmKGBNu2ucKjBBEk2XIRrguXvkTM1hq7c09wtheshzPUgIKkuN9Se4xTDRvEsKdYFw6v4aUPuj2YsJ2u+khKPlT+lJJI8RKTEg7wGiFALSWtKjfFQUAzmJC+ml+KxQPSa14RFJmGglsY0K/nRPNgwDZF+VS2lMAkB8TfoozKSKTXA9Z2oqfTKZSv5mpFBX8d61nwkn4TEg9gZHMvqSLc/P688eAIDF7Xfui1BLO/kdNJwzU2T/mxChJhEB0ic89oeCLExsIuN7R2SxPu9VKUdTedYbv6upQCVer6WFr7BPPBJL+BtUE4OZ2P6fuS1YCokg1F4t4r9pBnjEa30FRpPfU1WDre6BT0fzCknZux1CTynacMJIGVReLxA7Arn+YVjyLUHcD3wapSw3nFwNg+/8WI8dm6Ap4IC0qESYuC/vlrrbPgr76MQKT2wMjSbPM9svghTTitiwQJq7/o4g7HlR32yOqc2tPERhJBt+DESSxWSP+xlTfLQMiMMfr5X0NiWI/5ggeZ805ZPRnvin6fATNJZ4tDZLGjeH9abUNgEhIFEgez8dF5falSll4ApOiepLF/uGy2H5xihc6UWPSkmz2DzPeX4jR1Ge+CaXKltg33rgw1LYZ9Q6egASGrkS7374XeckovNPOqZniXeLgk6TOO/yG1K1Ut7OyM3beABire7DrMJoc47BTJT+qCPUPNTKmuhxzKc99fl9NLMJMyrBXdx/U/ancV22O9RCUzKVddXU6/PMDV8IkDas4K/4XwZI33ywOsxWbFfmsQcXUzBbPnsYsaIquqpximxbFNi0lWOQcciIF/nawGnJ3+f6o5No+Xx7PvhTkZJ3qrwa/nsRzKZWc5kACrPk24rzfHvr862O8L+WxLR7Sa/QjzZNwxatglJaWCUYlR/b3Cj3erhrbFlz2IZycj0j6yjqof8+dnIR0vG3Efrt9MjntWYPTxkdwvtyFq4Fhi7PJ48bEsVXN2GOHfDGgsY3Pe06TBARBcU4Kl6diy4iYOmzIlSIPL6qftYlWMi6diKElaa4JT8KDuuelYoWItNmVteSO5wwbRkLOvAUKAWJt6dms6Z6UDyKKyHsLQUIYzGnRAV2PYxIgelN3T/WEiLkuXEG4CN1+a+8PISi69uVpk+T+sL13wBhtchl5ssukd8DbtiwXzwLAz2HkicfGo7b7YoCO8Xj7w7Xiw6j1/jQSkO5L6PS4EgSl/jQt9olKhaB9U3tF5ZlI/3yiGvBry/y8b5NGPPp98z0OBucDlAHfY9BEqG/inxGPpaQa7nHuGIk2m43hO/PjJEgc3QmsdoWPOs4gHE5HFueckdjsHP6lxd+fOmu7ga+NDlE4VHt63v653xsOw9lh6wcm4U8vEP86FXISJOkimX2E878XxI0GAm194qld3NfD078JEplFoUBJ0Dqjn/ezkuwDdrD5qeJ9/jdpTBd7m7OqLqeSuyQ2X/0HxS1nz7VIxFV++ONbsCnPceTIjPEW98JIG/MfBharPzzM6+ZQyBc8yIwxM/eAWgOn+/2ZL+xO9KrOUGaLe7pXY3dsO98VC4lsWWaLXbsV5im1xKveaY4F7iGBdiGkxx/eCu0bBEykLiVhleuyPAIMMaS3gi9IPnAKRNX/1C+EJV6oN3rNPXDoi6gx/JfNgyGW+47wFYCxhpv6k85fhm+GePxbkRfkGMqk1mY0ezeEzGm+cJnTUFfXe6tofFj82xr+r7Ofz497f6P9+7ceR2Gvx7OUqpta9YbPSYUZ8mLcySx6R30YjrfGPrBRllYPX+zCSwAwIcCd+NphpzCCKvsa+7lz7muG3CZ3ws+Fa/phtE3IkmvS0m10dj1qTzanFcukNbUqMwL5npB50Ye3mU70aPFrA1zFkzn+OYJ/DNej61JX7nyBc4Z2lhxD9yK/6WzTC9eG1akV6IwwIcGozB1X31Sy0Mn58oMpT9S9AJj4fiARIfGkMaVtlNwBrytcrSQnNA+E1Fxfj38uNDtn3GMlh7pX4vNjTgUvvr6M+doaFkIEaGEhIS3+rkDuZbpmzbnXvAAJxgWrCP+R7o2nKHvexOaFoLvNjeDguk/LHqXmEIpKIlxLGDg5+8I+L+FtPmju/KVNCxD/6ZJb5X1IZ5hLyJGDtlEB/MjIWyb0rs7FXR7httyzAXB/2nXk7KRQKSBsxUjMBMDh+lq89Sjus7KLyuctXNA7bwK2vFsapBQStqgRk7XjGA1V5YfbHfEhsX6b8+ojiEzEbz1hlUL4DbURHmOXvq6+BXK7VMLPr1HyVBDp6+rMTB6Bvq1WEHra8n1ZvaecUpZfVrPLfsb5srprIRPh59bOy61C/lX1D4M814lvqmGJc/3Dv6gOKclPs/o9tWRxwQX819QDRlbBUeTX1HR+3syUEH5aXW5yKgL5ktrqBdWO6YTy8XNmG1xcPJ5G2A1adGpDFchd6ssJZfVDDH7k0vJV0Qjbc0RMF6TGulEJaeld26PnArkchPL0BZmR6wmBEle7EsL6jvxNC5a5g5YRyuNW3LkVqlOam6uUUB43mKG8rhAsTz5WTijP2rssAgaPZQZC7gvKl4nJn5eFMF402thRUckywUMoK277eipw6UHtfISyGrRtG44DxtSijIRy99iuwQjnrCFJrISlKYlfK1JsD1YnlE8vqx1eJoQKLfpahLJitWMwYottjuEnlPV9G3oq2XOFlnERyvKg8bDPMiFcUl+rJqGsBO+dU2HA00OrEMrdrbDIK34hsuWOW+UmlOWwRhbDeoJ2yP+6FQhlefSWdQOhSiliKxHKyuTlXRWRCe8IrEMYG40VEzVWFXSrBq9WJZS7S1FxkAwCeFk5Mr4yYWxvGLViyzj40FOSmtcQxsPRqFD1nJvvWrbv9YQxoyMwfXouX8epxVebUJaHhoiY3QJhZNQOWq1NGI/HkdvIOQ6C7qh2iRAhhLHNMZ4IH5CATIqChPgkhDCWogGBKR/iZ2k1h99FoghjRY4pBBJA08mtzlVNAglluTf7leolwk8qdP7OhJY6F0oYS59qdqfixINgx9amonPDiCZMNDw4Lmd2pCQBrescmshn0ARhImW2mbiYIRA6K4w12cxEzSyPaoowUU+JRn7gJmnIHut2p0Xo/nKgjSJF6MB7UJOEmfq6Eg0WI2MeZAXlk1ryXjA3RotBpHDkQKuq/yeO7+4HTugkAAAAAElFTkSuQmCC" style="vertical-align: middle;border-style: none;font-family: Roboto, sans-serif;font-size: 20px;height: 30px;width: 30px"/> Ouça no Spotify

 Ouça no iTunes

 Ouça no Android

 Ouça no playerFM

Sergio Pérez conseguiu o sexto posto, seguido por Carlos Sainz Jr., Lando Norris e Lance Stroll. Kimi Räikkönen completa o rol dos dez melhores, já uma volta atrás do vencedor.

 
Alex Albon ficou com em 11º, com Antonio Giovinazzi, Kevin Magnussen, Nico Hülkenberg, George Russell e Robert Kubica vindo logo atrás. Pierre Gasly, Romain Grosjean, Daniil Kvyat e Daniel Ricciardo não completaram a corrida deste domingo.
 
Confira as declarações dos pilotos:
 
 
 
 
A largada do GP do Azerbaijão (Foto: AFP)
 
 
 
Lando Norris, oitavo: “Tivemos uma boa corrida, enquanto equipe. Pontuar com os dois carros pela primeira vez no ano é uma coisa boa. A corrida inteira foi boa. Minha largada provavelmente foi a melhor do ano, e ainda por cima não cometi erros. Colocamos os pneus médios e tivemos um bom stint no meio da prova, e depois colocamos os macios no safety-car virtual. Pensamos que os pneus médios já tinham andado bastante e seria difícil os fazer funcionar. Parece que eles funcionaram, então foi a decisão errada. Mesmo assim, foi um bom fim de semana como um todo”.
 
Lance Stroll, nono: “É bom estar de volta à zona de pontuação, porque foi uma corrida muito desafiadora do começo ao fim. Esta é uma pista que não tem margem para erro, manter a concentração é um ponto chave e foi isso que fizemos hoje. Foi divertido. Nós ultrapassamos alguns carros na pista e trouxemos o carro para casa na nona colocação. Tivemos sorte com o contato entre Kvyat e Ricciardo, porque ganhamos algumas posições ali, então ultrapassamos mais alguns carros na pista, mas o carro pareceu bom na corrida. Estou realmente feliz com onde estamos no momento, lutando pelos pontos em todas as corridas, mas não há dúvidas de que é um pelotão intermediário muito apertado e teremos de seguir pressionando”.
 
Kimi Räikkönen, décimo: “Não foi um fim de semana fácil para nós. Começar do pit-lane não era o plano, mas é o que é, então um ponto é meio que o máximo que podíamos atingir hoje. Nós paramos mais cedo para sair do tráfego, mas aí tive dificuldades na corrida toda com a troca de pneus. Um pouco desapontado, já que eu estava esperando muito mais, mas sinto que a próxima corrida será mais fácil para nós”.
 
Alex Albon, 11º: “Terminar fora dos pontos por pouco não é o que queríamos. Tive uma largada ok, foi um pouco encaixotado e peguei os espaços errados e na hora errada, aí toquei o muro na saída da curva um, então fui um pouco cauteloso nas curvas seguintes. Depois disso, nosso ritmo foi decente, mas acho que ficamos fora tempo demais e perdemos tempo. Nós fomos para trás do pelotão todo depois de pararmos, e o problema é que todos são tão próximos no pelotão intermediário que precisávamos de uma vantagem maior de ritmo para ganhar terreno. No fim, consegui fazer algumas ultrapassagens e me diverti, isso é o principal”.
 
Antonio Giovinazzi, 12º: “Foi uma corrida desafiadora. Nós largamos em 17º no grid por conta da minha punição de dez posições. Eu perdi muito tempo para ficar no primeiro stint e fiquei preso no tráfego. É uma pena, porque eu tive um bom ritmo, mas, infelizmente, não teve safety-car e eu não podia lutar por um lugar no top-10. Agora tenho de ficar focado e continuar trabalhando para a próxima corrida em Barcelona”.
 
Kevin Magnussen, 13º: “Hoje foi um dia duro. Não é, obviamente, o resultado pelo qual estávamos esperando. Vamos trabalhar duro para Barcelona e seguir em frente. Pelo menos, nós temos alguns dados de lá em termos de onde o carro estava funcionando nos testes, embora as temperaturas sejam bem diferentes. Não esperávamos um início de temporada como este, mas tudo que podemos fazer é seguir trabalhando para resolver esses problemas e encontrar uma solução”.
 
Nico Hülkenberg, 14º: “Foi um fim de semana duro. Hoje, não tinha resposta e nem nada para oferecer. Eu estava realmente forçando, senti que estava pilotando o melhor que podia, mas não podia extrair o máximo do carro hoje. Temos muita coisa para investigar, mas talvez seja um daqueles fins de semana misteriosos, o que acontece. Foi difícil desde a primeira volta de sexta-feira e tivemos dificuldades constantemente. Foi amargo para mim e para o time, mas nós todos seguimos em frente e estaremos o melhor preparados possível para a próxima”.
 
George Russell, 15º: “Não foi um fim de semana tranquilo para nós, mas me senti bem desde a classificação. Fico aliviado que o fim de semana tenha terminado, porque não estava correndo do jeito que queríamos. Indo para a próxima corrida, ainda estamos nos esforçando e torcendo para que Barcelona seja algo mais positivo”.
 
Robert Kubica, 16º: “Eu nunca tinha corrido aqui em Baku, e preciso agradecer meus mecânicos. Eles fizeram um trabalho incrível ao consertar o carro depois do meu erro de ontem. Decidimos largar dos pits e logo ficou claro que precisava ser cuidadoso com os freios. Não foi fácil, mas nosso objetivo hoje era terminar a corrida e eu consegui isso. Agradeço meus mecânicos mais uma vez por conseguir algo extraordinário, que foi colocar o carro na pista para a corrida”.
Valtteri Bottas e Sebastian Vettel (Foto: AFP)
Romain Grosjean, abandonou: “Meu pedal do freio estava indo até o chão, então, por razões de segurança, tivemos de abandonar. Antes, estava tudo correndo tão bem quando podíamos esperar. As primeiras voltas com os pneus médios foram muito difíceis, aí os macios granularam, mas voltamos um pouco à briga. Eu estava realmente levando o carro ao limite. Acabei travando na curva 15, passei reto e tive de ir um pouco para a área de escape, o que não foi bom. Aí tentei ficar lá, mas o ritmo não estava lá. Nós agora precisamos sentar e realmente analisar tudo que pudermos. Nós precisamos reagir para podermos lutar por bons pontos no Mundial de Construtores. Acredito que temos um carro para isso, mas é muito chato ficar tento esses problemas, que acreditamos estar relacionados aos pneus. Tomara que em Barcelona possamos estar em um lugar melhor”.
 
Pierre Gasly, abandonou: “Este fim de semana foi muito melhor do que as primeiras três corridas. Eu me senti melhor com o carro e pude guiar mais da maneira como queria. Na classificação, consegui mostrara uma performance melhor com uma boa volta no Q1. Na corrida, largando do pit-lane, sabíamos que seria complicado lutar na ponta, mas tínhamos um carro rápido o bastante para voltar e marcar bons pontos. As coisas na corrida correram bem e conseguimos a sexta colocação, mas, infelizmente, não chegamos até o fim por conta de um problema no eixo de transmissão. No geral, estou me adaptando e estamos indo na direção certa. Acho que o carro é um pouco mais previsível e eu mudei minha abordagem a ele também. Ainda preciso trabalhar em algumas coisas, mas está melhorando a cada fim de semana e, junto com o time, estamos indo na direção certa”.
 
Daniil Kvyat, abandonou: “Não foi o melhor dos dias, já que tivemos de recolher o carro sem nenhuma culpa nossa, mas essas coisas acontecem nas corridas. Não tenho problemas com Daniel, ele reconheceu o erro dele e agora viramos a página. Claro, fiquei um pouco desapontado no momento, já que achava que podia ter pontuação, mas não tem muito que eu possa fazer. Ontem o nosso carro foi ótimo na classificação, mas nós sofremos para conseguir gerir os pneus hoje, então vamos investigar para entender o motivo e seguir adiante na próxima corrida. Temos um pacote forte e tenho certeza que nossa hora vai chegar”.
 
Daniel Ricciardo, abandonou: “Foi um incidente estranho que forçou o abandono, mas foi erro meu e eu lamento pelo time e por Daniil. Foi meio que uma urgência da minha parte e eu não pensei direito por alguns segundos, então tenho de encarar o golpe. O time certamente merecia mais hoje. Nós estávamos com um bom ritmo e tinha um bom ritmo com os médios para seguir adiante. Provavelmente, poderíamos ter pontuado”.

#GALERIA(9737)
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar