Consultor coloca Red Bull na briga com Mercedes em 2017 e avisa: “Verstappen está pronto para disputar título na F1”

De acordo com Helmut Marko, o consultor da Red Bull, Max Verstappen está pronto para entrar uma disputa pelo título na F1. O austríaco ainda entende que a equipe dos energéticos vai entrar na briga pelo campeonato com a Mercedes em 2017

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Max Verstappen está pronto para brigar pelo título na F1. Quem assegura isso é Helmut Marko, o conselheiro da Red Bull. O jovem de 19 anos ganhou a chance na equipe tetracampeão neste ano, quando foi promovido no GP da Espanha ao posto que era de Daniil Kvyat. Em Barcelona mesmo o holandês venceu e, depois, emendou uma série de bons desempenhos, foi ao pódio outras seis vezes e sacramentou seu nome na história com uma brilhante atuação na chuvosa e tumultuada etapa do Brasil. 

 
"Quando o vi pela primeira vez, ele era apenas um rapaz de 15 anos com a maturidade de um homem de 26 anos e uma autoconfiança inacreditável", afirmou o ex-piloto em entrevista ao site oficial da F1. "Desde então, se passaram três anos e ele vem em uma curva de aprendizagem sensacional. Ele não comete o mesmo erro duas vezes, então está definitivamente pronto lutar pelo título", completou.
 
"Não há necessidade de mais preparação extra: ele sabe o nome do jogo. Ele não tem nenhuma fraqueza, além do fato de que às vezes age como alguém impaciente", acrescentou o austríaco.
Helmut Marko acha que Max Verstappen está pronto para o título na F1 (Foto: Red Bull Content Pool)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O estilo mais agressivo de pilotagem de Verstappen chegou a ser criticado ao longo da temporada, mas Marko entende que o pupilo vem exibindo apenas uma forma nova de encarar as disputas. "Ele mostra como as corridas devem ser – com eram no passado. Eu lembro de homens como Ayrton Senna e Michael Schumacher que também chegaram uma forma diferente de pilotagem e chocaram também a F1. Eles também foram maciçamente criticados. Agora temos um jovem piloto, faminto por resultados, com uma grande atitude", explicou.

 
Por fim, o consultor se disse otimista para 2017 e acha que a Red Bull vai dar outro enorme passo adiante, para entra de vez em uma briga direta com a Mercedes. "O grande passo veio do lado do motor e nos disseram que podemos esperar um salto semelhante novamente em 2017", contou.
 
"E isso deve significar que estamos muito perto da Mercedes. Com as mudanças no regulamento, ninguém pode mais usar a experiência e a história mostra que quase sempre podemos tirar proveito de regras novas. Estamos convencidos de que vamos lutar por ambos os títulos em 2017", encerrou Helmut.
 
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube