Consultor da Red Bull revela que Mercedes monitora situação de Verstappen, mas se diz tranquilo: “Ele vai ficar”

Em entrevista, Helmut Marko comentou sobre ligações mensais de Toto Wolff para Max Verstappen e seu pai, mas confia na permanência do piloto holandês na Red Bull. O contrato do piloto vai até o final de 2020, assim como o de Lewis Hamilton na Mercedes

A Mercedes está de olho em Max Verstappen. Com o contrato do finlandês Valtteri Bottas próximo do fim, a equipe está mirando a possibilidade de assinar com o holandês da Red Bull para a temporada 2020. A informação foi confirmada por Helmut Marko, consultor do time austríaco.

Em entrevista à revista alemão'Auto Bild', Marko revelou que o chefe de equipe Toto Wolff fez diversas ligações para Verstappen e o seu pai Jos ao longo dos meses, mas garantiu que a situação do piloto da Red Bull no time é segura. O contato entre as duas partes foi divulgado no ano passado, e irritou o chefe da Red Bull, Christian Horner.

Max Verstappen pode ser companheiro de Lewis Hamilton na Mercedes (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

"Toto Wolff fez ligações para ele e seu pai por meses, mas estou tranquilo. A cláusula de performance no contrato do Max deve segurá-lo e ele se sente confortável conosco. Se conseguirmos dar a ele algo para brigar pelo campeonato, ele vai ficar, não estou preocupado", comentou o consultor.

Correndo pela Red Bull desde 2016, Verstappen, de 21 anos, tem contrato com o time austríaco até o final de 2020. Com cinco vitórias na carreira, ele atualmente ocupa o terceiro lugar no Mundial de Pilotos, com 27 pontos. Bottas, atual líder do Mundial, está na Mercedes desde 2017 e tem vínculo até o fim de 2019.

Pilotos ligados à Mercedes como Esteban Ocon e George Russell figuram como naturais candidatos em caso de saída de Bottas ao término da temporada.

Já o pentacampeão do mundo, Lewis Hamilton, tem contrato assinado com a Mercedes também até o fim de 2020, assim como Sebastian Vettel em relação à Ferrari.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar