Contratado pela Sauber, Sutil descarta pressão em igualar desempenho de Hülkenberg

Contratado pela Sauber para assumir a vaga de Nico Hülkenberg, Adrian Sutil afirmou que não se sente pressionado a igualar o desempenho de seu antecessor. Germânico lamentou situação de Paul di Resta, mas avaliou que o ex-companheiro é jovem e pode ter outra chance na F1

Adrian Sutil foi contratado pela Sauber para assumir a vaga deixada por Nico Hülkenberg, que decidiu voltar para a Force India. Apesar da troca de posições, o novo piloto do time de Hinwil garantiu que não se sente pressionado a repetir os feitos do antecessor na temporada 2014 da F1. 
 
A passagem de Hülkenberg pela Sauber teve um início apagado, mas o germânico logo conseguiu melhorar seu desempenho e registrou um quarto lugar no GP da Coreia do Sul como seu melhor resultado. 
Depois de cinco temporadas com a Force India, Sutil avaliou que será bom correr por uma nova equipe. (Foto: Paul Gilham/Getty Images)
Questionado pela revista britânica ‘Autosport’ se o desempenho de Hülkenberg o pressiona, Sutil garantiu que não pensa nisso. “Claro, ele fez um bom trabalho”, elogiou. “Mas eu não vejo isso como pressão”, continuou. 
 
“Você é pressionado a vida toda se quer atingir alguma coisa. Eu quero ter competição, eu gosto disso”, defendeu. 
 
Depois de cinco temporadas com a Force India, Sutil avaliou que a mudança para uma nova equipe será positiva e listou os benefícios de fazer parte da esquadra suíça.
 
“Acho que este novo time será um desafio muito bom para mim”, avaliou Adrian. “É um novo passo e eu precisava disse depois de tanto tempo no mesmo time”, considerou.
 
“Tem muitos benefícios: é perto da minha casa na Suíça, posso falar alemão lá, e tem um dos melhores tuneis de vento, então tem muito potencial”, ponderou. 
 
Por fim, Sutil também falou sobre a situação de Paul di Resta, que deve deixar a F1 após perder sua vaga na Force India.
 
“Ele é um piloto forte e eu gostei de trabalhar com ele, então é uma pena que ele não esteja aqui”, lamentou. “Entretanto, ele ainda é um jovem piloto e pode haver outra chance para ele na F1”, completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube