De Senna a Schumacher e Hamilton: os maiores campeões da história da Fórmula 1

Quem são os seis maiores vencedores de títulos da história da F1

A Fórmula 1 é a mais importante categoria existente no automobilismo e viveu neste domingo um dia histórico: o momento em que Lewis Hamilton alcançou Michael Schumacher como o maior vencedor da categoria. Mas até hoje, em 70 anos de história, a Fórmula 1 acumula 33 campeões diferentes. Caso você curta fazer apostas esportivas, por exemplo, quanto mais detalhes você tiver sobre os pilotos e seu histórico, maiores as chances de acertar seus palpites.

Agora, o mundo aguarda o momento em que Hamilton vai se sagrar heptacampeão — algo que pode acontecer entre as provas da Turquia e a primeira no Bahrein pelo andar da carruagem da Fórmula 1. Por enquanto, esta é a ordem dos maiores campeões da categoria.

Uma popular briga do mundo da F1 aconteceu entre Ayrton Senna e Eddie Irvine, no Japão, em 1993. O tricampeão não gostou da atitude do norte-irlandês na pista e o agrediu com um soco após a corrida (Foto: Reprodução)

6º — Ayrton Senna

Um dos mais talentosos de todos os tempos e certamente o maior ídolo do automobilismo mundial, o brasileiro Ayrton Senna chega na sexta colocação, mas muitos creem que mais títulos viriam não fosse o trágico acidente no GP de San Marino de 1994.

Em seus dez anos de carreira, Senna conquistou 3 títulos mundiais, 2 vice-campeonatos e 1 terceira colocação, com um total de 41 vitórias em corridas.

Com direito a nove vitórias seguidas, Vettel se tornou tetracampeão em 2013 (Foto: Red Bull Content Pool)

Sebastian Vettel

O alemão Sebastian Vettel chegou com pinta de quem seria o homem a bater o ídolo Michael Schumacher. Foi o piloto mais jovem a conquistar um campeonato mundial com apenas 23 anos, e ganhou mais 3 edições em seguida depois disso.

Vettel acumula até hoje 4 títulos mundiais, 3 vice-campeonatos e 1 terceira colocação.

Alain Prost

Um dos maiores pilotos franceses da história da categoria, Alain Prost foi o grande nome da McLaren na década de 90 e foi quem levou o nome da Williams à glória no início dos anos 90.

Prost tem 4 títulos e 4 vice-campeonatos.

Juan Manuel Fangio com o carro da Ferrari (Foto: Arquivo)

Juan Manuel Fangio

Fangio só não pode se gabar de ter sido o primeiro campeão da Fórmula 1, mas ao menos foi o segundo. Gostou tanto da ideia que foi campeão 5 vezes seguidas, obviamente o primeiro pentacampeão da Fórmula 1.

O argentino tem 5 títulos mundiais e 2 vice-campeonatos, e parou de competir em 1958, oito anos após a sua estreia.

2020 Eifel Grand Prix, Sunday – Steve Etherington

Lewis Hamilton

O maior nome do automobilismo contemporâneo, Hamilton tem apenas 35 anos e falta pouco para atingir o topo da Fórmula 1. É o primeiro piloto preto da história da categoria e a tem representado substancialmente nesta temporada 2020.

Hamilton tem 6 títulos mundiais e 2 vice-campeonatos.

Michael Schumacher, simplesmente o melhor, como diz a música (Foto: Ferrari)

1º  Michael Schumacher

O alemão começou sua carreira em 1991 e correu até a temporada de 2012, acumulando incríveis 91 vitórias ao longo deste tempo.

Schumacher, que infelizmente sofreu um grave acidente de esqui em 2013, tem incríveis 7 títulos mundiais, 2 vice-campeonatos e 3 terceiras colocações.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube