Diretor da McLaren nega frustração, mas cobra mudança de cultura da Honda: “Tem de fazer as coisas do jeito da F1”

Diretor de corridas da McLaren, Éric Boullier negou que a equipe esteja frustrada como desempenho na temporada 2015, mas cobrou que a Honda mude sua cultura corporativa e faça as coisas do jeito da F1

Diretor de corridas da McLaren, Éric Boullier quer que a Honda mude sua cultura corporativa para acelerar seu desenvolvimento do motor V6 turbo. Ao longo da temporada, o time de Woking registrou diversos abandonos e soma apenas cinco pontos no Mundial de Construtoresquatro de Jenson Button e um de Fernando Alonso.
 
Na visão de Boullier, a Honda precisa deixar de lado a ideia de desenvolver o propulsor de forma metódica e com seus próprios engenheiros, e fazer as coisas do jeito da F1.
Eric Boullier cobrou mudança na postura da Honda (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
“Nós precisamos esquecer essa bobagem. Isso é a F1. Isso é corrida”, disse Boullier em entrevista à publicação norte-americana ‘Motorsport.com’. “Se você está na F1, é para fazer F1 — seja você africano, inglês ou japonês”, seguiu.
 
 “Se você está na F1, você tem de fazer as coisas do jeito da F1 e no padrão da F1 Nada mais”, reforçou.
 
De acordo com o dirigente, a McLaren passou a pressionar a Honda ainda mais, mas, mesmo assim, nega que esteja frustrado com a situação.
 
“Não acho que exista uma frustração pública. Só estamos fazendo perguntas mais e mais precisas, porque é, obviamente, onde nós estamos perdendo a maior parte da performace”, ponderou. “Nós precisamos respondeu a isso. Não acho que tenha um ponto de frustração, só estamos dizendo o que está acontecendo”, minimizou.
 
Assim como já fez anteriormente, Boullier voltou a oferecer a ajuda da McLaren à Honda, mas reconheceu que cabe à fábrica nipônica aceitar a oferta.
 
“Nós temos muita experiência que podemos compartilhar com eles, que tentamos compartilhar com eles”, falou. “Nossa experiência será apenas um impulso extra. Não estamos fazendo motores. Isso é com a Honda, é responsabilidade deles. Mas, no que pudermos ajudar, o faremos sempre, porque somos um time”, completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube