Diretor da McLaren revela preferência por Magnussen na disputa com Vandoorne por eventual vaga: “Ele tem prioridade”

Kevin Magnussen passou praticamente a temporada inteira de 2015 sem correr, depois de perder sua vaga na McLaren para Fernando Alonso. Eric Boullier, diretor da escuderia, mostrou preocupação pelo dinamarquês e destacou que, caso uma vaga na equipe apareça, ele terá prioridade – e não Stoffel Vandoorne, líder absoluto da GP2

A temporada 2015 da F1 se aproxima do fim e, com isso, o mercado de pilotos volta a pulsar. Para Kevin Magnussen, que perder a vaga de titular da McLaren para Fernando Alonso, é um momento crucial: o dinamarquês não quer passar mais um ano como piloto reserva. E Eric Boullier, diretor da McLaren, quer ajudar o pupilo como pode.
 
De acordo com o dirigente, Magnussen terá prioridade caso uma vaga da McLaren fique em aberto para 2016 – o que é uma incerteza.
2014 foi a única temporada completa de Kevin Magnussen na F1 (Foto: Getty Images)
“Se pudermos oferecer algo para ele, uma vaga, ele tem prioridade, óbvio. Ele é um piloto da McLaren e ele sempre diz que gostaria de correr novamente”, disse Boullier.
 
Caso a briga por uma vaga da McLaren se concretize, Magnussen terá como maior rival o promissor Stoffel Vandorne, também piloto em desenvolvimento pelos ingleses. O belga lidera a temporada 2015 com larga vantagem e dificilmente perderá o título.
 
Mas se a vaga não surgir, Boullier não pretende manter Kevin preso à McLaren. Segundo o francês, Magnussen está livre para fazer o que bem entender com sua carreira.
 
“Se não pudermos eu, particularmente, nunca o impediria de correr em outro lugar”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube