Diretor da Mercedes destaca bom começo, mas contém euforia e evita falar em nova vitória na China

Toto Wolff disse que o êxito de Nico Rosberg no GP da China de 2012 não necessariamente coloca a Mercedes como favorita à vitória na prova em Xangai na semana que vem: “Começamos do zero neste ano”


Há quase um ano, mais exatamente em 15 de abril de 2012, a Mercedes fazia história e conquistava sua primeira vitória após seu retorno à F1. Nico Rosberg subiu no alto do pódio do circuito de Xangai após largar na pole e dominar o GP da China daquela temporada, colocando as Flechas de Prata no topo da F1 após mais de meio século depois de Juan Manuel Fangio ter vencido o GP da Itália de 1955.

Em 2013, a Mercedes teve um começo de temporada bastante forte. Se na Austrália Rosberg abandonou e Lewis Hamilton, contratado pelo time alemão para substituir Michael Schumacher, foi o quinto colocado, em Sepang as coisas melhoraram sensivelmente, a ponto de ambos lutarem pelo pódio, que ficou com Lewis. Nico foi o quarto colocado no polêmico GP da Malásia.

Mas apesar da boa forma exibida pelo W04 neste princípio de Mundial, Toto Wolff colocou os pés no chão e deixou a euforia para os fãs quando se refere ao próximo GP da China, que será disputado em 14 de agosto. Na visão do diretor-esportivo e diretor-executivo do time, a vitória de Nico em 2012 não necessariamente coloca a Mercedes como favorita ao triunfo em Xangai.
Wolff evitou falar sobre uma eventual nova vitória da Mercedes em Xangai. Em 2012, deu Rosberg (Foto: Getty Images)

“Um ano depois da vitória de Nico, muitas pessoas vão perguntar se nossa equipe vai poder repetir isso em 2013”, disse Wolff, que usou um termo do beisebol para avisar que não se ganha na véspera. “Como eu gosto de dizer, os home-runs de ontem não ganham jogos hoje, e esta é, definitivamente, uma verdade para nós”, comentou.

“Nós começamos do zero neste ano e precisamos trabalhar duro para adaptar e adequar o carro ao circuito e aos pneus que teremos à disposição, além das condições de pista que vamos encontrar no próximo fim de semana. E então vamos ver onde nós estamos em relação à competição”, acrescentou o dirigente.

Wolff, no entanto, destacou a força da Mercedes neste começo de Mundial. “Nós temos feito um começo bastante sólido de temporada nas duas primeiras corridas com Nico e Lewis desempenhando um nível igual e bastante alto. O desenvolvimento [em ritmo de] corrida será crítico nesta temporada, então nós temos muitas novas peças planejadas para a China.”

Cauteloso, o comandante da Mercedes evitou falar em vitória, mas disse que a meta é garantir outro bom resultado em Xangai. “Nosso objetivo é melhorar neste nosso bom começo de temporada e seguir marcando bons pontos em ambos os campeonatos”, encerrou Toto.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube