Diretor-técnico da Mercedes admite má fase de Hamilton, mas crê em volta por cima: “É só o começo da temporada”

A fase que Lewis Hamilton vem enfrentado em 2016 não é das mais fáceis. O piloto não consegue superar o companheiro Nico Rosberg, além de contar com muitos problemas em seu carro. No entanto, Paddy Lowe, diretor da Mercedes, afirmou que o tricampeão irá superar a má sorte e dará a volta por cima

A sorte das temporadas anteriores ainda não atingiu Lewis Hamilton em 2016. Neste ano, o piloto ainda não alcançou nenhuma vitória, mas já contou com alguns problemas que, no fim das contas, deixa o tricampeão do mundo nada menos que 43 pontos atrás do companheiro Nico Rosberg.
 
Mas apesar dos contratempos enfrentados por Hamilton, Paddy Lowe, diretor-técnico da Mercedes, acredita que piloto e equipe vão superar essa complicada fase de início de campeonato. “Atravessaremos isso, e acredito que Lewis também irá superar”, disse.
Lewis Hamilton não tem dado muita sorte em 2016 (Foto: Getty Images)
"É só o início da temporada. O ponto é que você corre uma corrida por vez e segue fazendo seu melhor. Sempre daremos nosso máximo para dar aos dois pilotos o melhor equipamento possível, e continuaremos assim”, completou.
 
No entanto, Lowe lamenta o que o piloto tem enfrentado nas quatro primeiras corridas do ano, e revela que a equipe está longe de estar feliz com toda a atual situação. “Sentimos-nos muito mal por Lewis”, afirmou.
 
“O deixamos para baixo no sentido de competição contra Nico. Temos oito motores [quatro para cada, dentro do limite] e os problemas têm sido desta forma. Não são tantos problemas, mas eles parecem estar indo da mesma maneira”, encerrou, relatando que as falhas estão sendo frequentes, e todas contra Hamilton.
PADDOCK GP #28 DEBATE: QUAL É A REAL SOBRE SCHUMACHER?

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube