Diretor-técnico diz que Lotus segue trabalhando no duplo DRS e espera utilizá-lo em Spa

James Allison, diretor-técnico da Lotus, afirmou que o time segue trabalhando no desenvolvimento do duplo DRS e espera estreá-lo em Spa-Francorchamps. Dirigente admitiu, no entanto, que será difícil preparar sistema para os dois carros

James Allison, diretor-técnico da Lotus, garantiu que o time segue trabalhando no duplo DRS apesar dos indícios de que o recurso será proibido para a temporada de 2013. O sistema é um design inovador criado pela Mercedes para a asa móvel do W03 que consiste em dois buracos na asa traseira. Quando o piloto abre a asa móvel, expões dois orifícios no aerofólio traseiro que dão acesso a um sistema de dutos que levam o ar em alta velocidade para a asa dianteira, por onde é liberado por meio de fendas sob o aerofólio em direção ao chão.

No início da temporada, o sistema desenvolvido pelo time chefiado por Ross Brawn chegou a ser questionado pelas rivais, mas o ok da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) abriu caminho para que mais times passassem a desenvolver suas próprias versões do sistema.
 

Allison acredita nos beneficios do duplo DRS mesmo com boatos de proibição (Foto: Lotus/ LAT/ Andrew Ferraro)


No último dia 31, no entanto, a revista britânica ‘Autosport’, revelou que as equipes chegaram a um consenso e decidiram proibir o uso do duplo DRS para 2013.

“Mesmo que seja proibido ano que vem, nós ainda achamos que e algo pelo qual vale a pena nos esforçarmos”, defendeu Allison.

O dirigente da equipe de Kimi Räikkönen e Romain Grosjean afirmou que a meta é estrear o dispositivo já em Spa-Francorchamps, mas reconheceu que o tempo será um obstáculo nesta meta.

“Esperamos tê-lo pronto para Spa”, afirmou Allison, reconhecendo que será preciso muito trabalho para que os dois carros possam usar o sistema na Bélgica. “É um tempo razoável no calendário, mas em termos de trabalho, não é muito porque estamos fechados”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube