Disposto a deixar decepção em Silverstone para trás, Button aposta no trabalho da McLaren Honda: “Não vamos esmorecer”

Nove anos depois, Jenson Button volta ao circuito da sua primeira vitória na F1. Em 2006, o britânico brilhou na chuvosa Hungaroring e conquistou o triunfo pela equipe Honda. Agora, o piloto tem o desafio de seguir em frente com o desenvolvimento do MP4-30 e deixar a decepção vivida em casa há três semanas

Hungaroring é um circuito especial para Jenson Button. Foi lá que, em 2006, o britânico surpreendeu o mundo da F1 ao conquistar sua primeira vitória de forma improvável, debaixo de muita chuva, depois de ter largado em 14º lugar. Foi a terceira e última vitória da Honda como equipe na categoria. Neste fim de semana, o campeão do mundo em 2009 regressa ao traçado magiar com a missão de deixar o abandono no GP da Inglaterra no passado e seguir com o desenvolvimento do McLaren Honda MP4-30.

Button reforça a confiança no trabalho feito em conjunto pela McLaren e também pela Honda e garante que, ainda que a evolução seja conquistada a passos lentos, que o time “vai chegar lá”.

Pela Honda, Jenson Button conquistou sua primeira vitória na F1 no GP da Hungria de 2006 (Foto: Honda F1 Team)

“Ainda que minha corrida em Silverstone tenha sido extremamente decepcionante, os pontos de Fernando foram muito bem merecidos. Falando pelo lado técnico, não vamos esmorecer, em absoluto. Temos visto pessoalmente os esforços que estão sendo empreendidos no McLaren Technology Centre e ouvimos falar sobre o trabalho que está sendo feito em Sakura [na fábrica da Honda], sei que estamos caminhando lentamente, mas que chegaremos lá”, assegurou o britânico.

“Claro, é difícil comprovar isso sem resultados à altura, mas vamos esperar que possamos avançar para as férias de verão com um sentimento de confiança a respeito da segunda metade da temporada”, acrescentou.

Jenson falou com carinho sobre sua primeira vitória na F1 e também sobre o fato de ter sido com a Honda, marca que voltou à categoria neste ano como fornecedora de motores da McLaren.

“Vai ser bom voltar à Hungria com o motor da Honda me empurrando novamente, tendo vencido a última corrida para a Honda nesta pista em 2006. Obviamente, tenho um cantinho especial para este lugar no meu coração, primeiro porque, para qualquer piloto, a primeira vitória é sempre algo especial. Mas, quanto ao restante, é um lugar que eu sempre gostei”, finalizou Button.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube