Domingo de GP de Portugal amanhece seco, mas com risco de chuva em Portimão

O céu está mais nublado em Portimão, trazendo risco de chuva durante a tarde. O GP de Portugal provavelmente acontece com pista seca, mas já não há tanta garantia assim

Depois de dois dias com clima dos mais agradáveis no Algarve, o domingo (25) reserva algo diferente para a Fórmula 1. O primeiro GP de Portugal do século ainda tem grandes chances de acontecer com pista seca, mas está longe der ser garantido: o céu nublou e há risco considerável de a chuva dar as caras durante a tarde em Portimão.

De acordo com o Weather Channel, o risco de chuva começa a crescer às 14h locais, quando passa para a casa dos 10%. A tendência se mantém com o passar do tempo, chegando à casa dos 70% às 17h. A questão é que talvez essa água não chegue a tempo ao autódromo: a largada está marcada para 13h10 na hora local e, salvo algum contratempo, o GP de Portugal terá por volta de 1h30min de duração.

Lewis Hamilton sai na frente Portimão (Foto: Beto Issa)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Com ou sem chuva, o panorama em Portimão já é outro. O céu está mais nublado e dificilmente o sol brilhará com a mesma intensidade vista na classificação. Isso, entretanto, não é garantia de temperaturas mais amenas: os termômetros seguem mostrando números semelhantes aos dos últimos dias, na casa dos 20°C.

No cenário provável de a largada acontecer ainda com pista seca, a primeira volta promete um embate entre pilotos em estratégias diferentes. Max Verstappen parte com macios e pode ser uma ameaça à dupla da Mercedes, com médios. Lewis Hamilton fez a pole-position, surpreendendo Valtteri Bottas com uma volta inesperada nos últimos instantes do treino classificatório.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar