Dono da Force India ainda crê em possibilidade de bater Sauber no Mundial: “Não é impossível”

Mesmo 27 pontos atrás da Sauber, a Force India, sétima colocada do Mundial, tem totais condições de ultrapassar a equipe suíça. Essa é a visão de Vijay Mallya, dono da escuderia anglo-indiana

Alheio aos problemas envolvendo a sua companhia aérea, a Kingfisher, Vijay Mallya, dono da Force India, retorna ao seu país-natal disposto a iniciar uma arrancada rumo ao sexto lugar do Mundial de Construtores. Mesmo reconhecendo que a vantagem da Sauber, atualmente 27 pontos à frente da escuderia de Silverstone, o bilionário indiano entende que uma reação dos seus comandados não é impossível.

“A diferença para a Sauber agora é de 27 pontos. É uma grande vantagem, mas não é impossível alcança-los antes do fim do ano. Ainda faltam muitas corridas para o fim do campeonato e nós vamos manter a pressão para as últimas quatro provas”, declarou Mallya em entrevista à imprensa indiana.

Mallya aposta na consistência da Force India para bater a Sauber no Mundial de Construtores (Foto: Force India)

Na espera pelo GP da Índia, 17ª etapa do Mundial de F1, neste fim de semana, Mallya destacou o bom momento vivido pela Force India desde o GP da Bélgica, etapa que marcou a segunda parte da temporada. Nada menos que 43 dos 89 pontos da equipe foram conquistados nas cinco últimas provas do campeonato.

“Parece que nós melhoramos desde as férias de verão, e tem sido gratificante nos ver lá em cima, lutando por bons pontos. A única frustração é que nem sempre temos os dois carros nos pontos, e isso nos prejudicou no campeonato”, avaliou o dirigente, que tem Nico Hülkenberg como seu melhor piloto. O alemão soma 45 pontos e está em 12º no Mundial, uma posição e um ponto à frente do seu companheiro de equipe, Paul di Resta.

Entretanto, mesmo com sua equipe longe de ter o mesmo bom desempenho da Sauber — que emplacou quatro pódios na temporada até o momento —, Mallya entende que a Force India vem desempenhando bom trabalho ao longo de 2012.

“Mas em termos de performance pura e simples, acho que nós podemos ficar satisfeitos com o nosso nível de consistência”, considerou o bilionário indiano. “Tivemos pelo menos um carro entre os dez primeiros da classificação em mais de 80% das corridas e marcamos pontos em 75% delas. Mesmo não tendo alcançado o pódio neste ano, essa nossa consistência tem sido a chave para o nosso sucesso e nos tem mantido na briga”, finalizou Mallya.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube