Dr. Estranho do GP, voltei a brilhar no intangível para vencer 12ª etapa do Bolão 2021

Como ser campeão de um bolão? Pedro Henrique Marum argumenta que o método de definição seja vitórias semanais em vez de pontuação anual

Assista aos melhores momentos do GP da Bélgica deste domingo (Vìdeo: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Esqueça a maior quantidade de pontos no campeonato. Decretar vitoriosos por pontuações assim é burocrático e desagradável, perde o lúdico e esconde a paixão. A real vitória está em ganhar etapas, superar os rivais com a consistência de quem prepara palpites com conhecimento e jogando com possibilidades múltiplas. A produção artesanal leva a momentos de baixa, mas coloca nas altas mais pulcras possíveis. Confie no processo de tear à antiga em detrimento ao fordismo cinzento e antidemocrático da contagem anual de bolão.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Stephen Strange é um sujeito que busca um ancião místico em busca de recuperação após um acidente que encerra sua laureada carreira médica. Ao encontrar o Ancião nos mosteiros tibetanos, Strange perde a mão da personalidade egocêntrica dos tempos de medicina e passa a ser treinado para controlar os poderes místicos. Como, por exemplo, alterar a linearidade do tempo – algo que fará para salvar o jovem Peter Parker dos perigos da fama no novo filme do Homem-Aranha.

Um dos poderes de Strange, o Doutor Estranho, é a imortalidade, que conquistou após um confronto com a motor. Desde então, sempre que está em grave perigo, uma cruz ansada – o símbolo da vida, no Egito Antigo – aparece na testa. Vocês acham, então, ser coincidência que a cada vez em que uma sequência ruim me captura este competidor, uma vitória é desenhada rapidamente para devolver a vida plena na briga para ser campeão? Respeitem Stephen Strange Marum.

Desta vez, o efeito foi simples. Uma vez que o resultado da classificação do GP da Bélgica me apregoava na tabela, a decisão foi óbvia de interditar as possibilidades que houvesse corrida no domingo na região de Spa-Francorchamps. Não era necessário: o trabalho estava feito.

GP DA BÉLGICA; SPA-FRANCORCHAMPS; CHUVA; DOMINGO;
Max Verstappen atrás do safety-car no GP da Bélgica. Causei, perdão (Foto: Lars Baron/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Foram, ao todo, 130 pontos com pole e vitória para Max Verstappen, o quinto lugar de Sebastian Vettel, o sexto de Pierre Gasly e o oitavo de Esteban Ocon. Está bom ou querem mais? Durmam com essa. Pedro Henrique Marum nas cabeças pela terceira vez no ano, mais que qualquer outro. Uma vitória a cada três corridas. Quero ver peitar.

Com 115 pontos, Janaína Bezerra e Klauss Mochel dividiram a segunda colocação da semana. E outro GP, Pedro Prado, foi o último a cruzar a marca centenária ao anotar 110 tentos.

Na classificação geral do Bolão, segundo padrões absolutamente antiquados de contagem, Renato Ribeiro segue liderando com 1.025 pontos absolutamente sem brilho de alguém que não venceu uma semana sequer. Renato Luz e Felipe de Paula fecham o pódio com 960 e 925 pontos. O top-10 conta ainda com Clébio Junior (870), Janaína Bezerra (850), o nosso Gabriel Carvalho (840), Eu Mesmo (830), Leonardo Araújo (805) e os também nossos Rodrigo Berton (805) e Pedro Luís Cuenca.

Paddockast #119 | F1 já fala em revisar regras após GP da Bélgica: o que mudar?

Na briga apenas da equipe do GRANDE PRÊMIO, Renato Ribeiro e Gabriel Carvalho podem estar na minha frente, mas lembrem: sem nenhum título semanal enquanto eu tenho três. Em qual time você quer estar? Será que o lirismo morreu? Contando pontos gerais em vez de vitórias somos negacionistas do resultado, assim como o jornal The New York Times na forma humorística de formatar o Quadro de Medalhas das Olimpíadas.

Além da metade do top-5 ser formado por membros do GP, tem mais gente por aí. Gabriel Curty conseguiu cravar a valorosa marca de zero ponto e está em 20º, com 720 tentos. Victor Martins (24º, 660), Guilherme Bloisi (25º, 650), Lucas Couto (28º, 605), Vitor Fazio (31º, 595), Fernando Silva (33º, 580) e Pedro Prado (40º, 485) ainda está em combate. Ao todo, 87 participantes estão no Bolão GP 2021.

A próxima etapa da Fórmula 1 – e, mais importante, do Bolão – está marcada para o GP da Holanda, em Zandvoort, já neste fim de semana. Você pode apostar, como sempre, até o começo do treino de classificação. Para participar do Bolão GP 2021, basta se tornar um assinante da GPTV, o nosso canal do YouTube. Faça isso aqui.

COMO O GP DA BÉLGICA DE F1 VALEU PONTOS SE SÓ TEVE UMA VOLTA

Último da geração, Räikkönen deixa F1. E sempre soube o que estava fazendo
Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar