Ecclestone afirma que veto da McLaren impede acordo entre Honda e Red Bull para temporada 2016

Bernie Ecclestone afirmou que o acordo entre Honda e Red Bull só não foi ainda firmado por um veto do chefe da McLaren Ron Dennis. O chefão da categoria, entretanto, não pareceu acreditar muito na mudança de quadro

Ron Dennis é o principal obstáculo no possível acordo entre Honda e Red Bull. Quem fez tal afirmação foi o chefão da F1 Bernie Ecclestone, que garantiu que a Honda quer fornecer motores para os austríacos, mas recebeu o veto do chefe da McLaren.
 
Ecclestone explicou que entre Red Bull e Honda tudo está certo, mas o problema é a aprovação do chefe da McLaren.
 
“A situação do momento é que a Honda está bem contente com a possibilidade de fornecer motores para a Red Bull e está disposta a fazer isto, mas o Dennis acha que eles não devem”, disse.
 
O britânico acredita em um ruído de acordos envolvendo a Honda.
 
“A Honda tinha um acordo comigo e com a FIA que permitia que eles fornecessem motores a dois times em 2016, mas, de alguma forma, eles também têm um acordo com Dennis, que vetou os motores para a Red Bull”, falou.
Ron Dennis seria a pedra no caminho para Red Bull e Honda (Foto: Getty Images)
Para Ecclestone, o veto de Dennis está relacionado ao medo da concorrência.
 
“Ele não quer que a Honda ajude a Red Bull. Acho que teme os austríacos, são concorrentes”, declarou.
 
O chefão da categoria explicou que Dennis não devia saber do acordo entre Honda e a FIA para entrar na categoria, mas lembrou que os nipônicos não podem ficar recusando equipes.
 
“Eu preciso ser justo com Ron, acho que ele desconhece o nosso acordo com a Honda. Mas o fato é que, quando a Honda quis entrar na F1, já sabia que deveria fornecer motores a dois times em 2016 se houvesse necessidade”, afirmou.
 
Ecclestone não mostrou muito otimismo com o acerto entre Honda e Red Bull.
 
“Não sei se o acordo dará certo. Ron vetou veementemente, não sei se esse veto vai seguir. A Honda só vai ajudá-los se estiver tudo certo entre todas as partes. Tudo depende de como fica a situação com Ron. É difícil”, completou.
 
O primeiro ano do retorno da Honda à F1 está bastante complicado. A McLaren vem em penúltimo no Mundial de Construtores com apenas 19 pontos.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube