Em 10º de 12, Vettel vê GP da Toscana duro: “Foi uma tarde muito agitada”

No GP da Toscana, Sebastian Vettel finalmente voltou a pontuar, mas conquistou apenas o décimo lugar. No dia da milésima corrida da Ferrari, o tetracampeão mundial reclamou do desempenho do carro

Sebastian Vettel teve um dia agitado no GP da Toscana. Apesar do fraco e discreto desempenho, o piloto da Ferrari conseguiu fechar a zona de pontuação e terminou na décima colocação. Apesar do resultado, pouco a celebrar.

Na milésima corrida da Ferrari na Fórmula 1, a equipe voltou a sofrer com a baixa potência em retas e disputou posições com adversários do fim do pelotão, como Alfa Romeo, Haas e Williams.

“O carro estava difícil de guiar e não tive o ritmo necessário para acelerar mais. É uma boa pista. Claro, foi complicado para nós, o equilíbrio não estava bom. Acho que você aproveita mais o circuito com o carro fazer o que você quer”, afirmou o alemão.

Sebastian Vettel mais uma vez não andou bem e ficou em 10º (Foto: Ferrari)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Foi uma tarde muito agitada. Mas se você possui três oportunidades, você espera conseguir mais do que um ponto. Nós lutamos muito, tentamos o máximo possível e não ficamos felizes com as posições alcançadas”, completou o tetracampeão após a prova em Mugello.

Questionado sobre as três largada no GP da Toscana, Vettel fez questão de dizer que não é apoiador da regra. Atualmente, quando há uma bandeira vermelha, os pilotos voltam a alinhar no grid e relargaram parados — antes, era em fila única e com todos acelerando.

“Eu não lembro de fazer tantas largadas em um só dia. Não sou fã desta regra porque se você está na parte direita da pista, ganha muita vantagem. Devemos focar em carros que possam ultrapassar, não jogar uma loteria”, finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube