Em alerta, presidente da CBA torce para que falta de segurança em Interlagos “não nos cause problemas futuros”

Em Paris para acompanhar a reunião do Conselho Mundial da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) nesta quarta-feira, Waldner Bernardo, presidente da CBA, falou ao GRANDE PREMIUM que torce para que as falhas de segurança pública que mancharam o GP do Brasil “não nos cause problemas futuros”. O dirigente também falou sobre o encontro que teve com o chefão da F1, Chase Carey: “Ele deixou claro a importância do nosso país”

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A quarta-feira (6) vai marcar a última reunião do Conselho Mundial da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) em 2017. Entre os temas em discussão na mesa está a falta de segurança que manchou o fim de semana do último GP do Brasil, em Interlagos. Uma tripulação da Mercedes foi roubada no dia 9 de novembro, sexta-feira, enquanto membros da Sauber, Williams, Force India, FIA e a Pirelli sofreram tentativas de assalto. A fornecedora italiana de pneus, que tinha previsto um teste em conjunto com a McLaren entre terça e quarta-feira com Lando Norris, cancelou as atividades em Interlagos alegando falta de segurança.

 
Por conta de tantos problemas, a FIA vai debater o tema. De acordo com o comunicado divulgado pela F1, maneiras de tornar a segurança ao redor dos autódromos que recebem GPs da categoria mais "consistente e efetiva". Novas ideias que sejam aprovadas serão divididas com outras categorias regidas pela entidade máxima do automobilismo.
 
Em Paris para a reunião do Conselho Mundial, Waldner Bernardo, presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo desde março deste ano, conversou com exclusividade com o GRANDE PREMIUM. E não escondeu sua preocupação com o tema. 
Waldner Bernardo está em alerta sobre o futuro do GP do Brasil (Foto: CBA/Divulgação)
“Infelizmente, a questão segurança pública é muito mais complexa do que o ocorrido na semana do GP Brasil. Mas o que aconteceu ali é de envergonhar não só a comunidade do esporte a motor como qualquer cidadão brasileiro. Espero que isso não nos cause problemas futuros”, declarou ‘Dadai’.
 
Em contrapartida, o dirigente pernambucano afirmou que o novo chefão da F1, Chase Carey, enxerga no Brasil uma base das mais importantes para o esporte. Os dois jantaram durante o fim de semana do GP do Brasil, e ‘Dadai’ disse que ficou com impressões “muito boas” sobre o empresário norte-americano, a maior imagem da gestão do Liberty Media à frente da categoria.
 
“Ficou evidente que o planejamento deles para o desenvolvimento da F1 sob os aspectos desportivos e de marketing é bastante arrojado e ainda está apenas no início”, comentou.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Ele deixou claro a importância do nosso país nesse processo, sobretudo pela representatividade do público brasileiro no universo de fãs da F1”, finalizou ‘Dadai’.

 
FALTA DE HONESTIDADE

PERDA DE ETAPA DA FÓRMULA E É DESASTROSA PARA SÃO PAULO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube