F1

Em meio a homenagens a Lauda, Hamilton lidera primeiro treino em Mônaco. Verstappen fica logo atrás

Comovida com a morte de Niki Lauda na última segunda-feira, a F1 voltou a acelerar nesta manhã na abertura dos trabalhos do GP de Mônaco. Na pista, Lewis Hamilton foi o mais rápido, seguido de perto por Max Verstappen

Grande Prêmio / FERNANDO SILVA, de Sumaré
Em meio ao luto e as homenagens a Niki Lauda, o show tem de continuar. E a Fórmula 1 voltou a acelerar nesta quinta-feira (23) para abrir o fim de semana do GP de Mônaco. Nas ruas do Principado, Lewis Hamilton foi o mais rápido. Levado por Lauda para a Mercedes, o pentacampeão marcou 1min12s106 na sua volta mais rápida. Durante boa parte da sessão, a Mercedes fez 1-2, com Valtteri Bottas na segunda colocação. Contudo, na meia hora final, Max Verstappen provou a força da Red Bull, vencedora em 2018 em Mônaco com Daniel Ricciardo, para desbancar o finlandês e ficar a apenas 0s059 do tempo de Hamilton.

Bottas fechou a sessão desta manhã em terceiro, apenas 0s072 atrás do tempo do seu companheiro de equipe. As Ferrari vieram logo atrás. Charles Leclerc, pela primeira vez correndo em casa com a equipe de Maranello, finalizou em quarto, 0s361 atrás do melhor tempo da manhã, enquanto Sebastian Vettel, que corre com um belo capacete em homenagem a Lauda, foi o quinto, mas 0s717 distante da marca de Hamilton. 

Pierre Gasly garantiu o sexto melhor tempo com o segundo carro da Red Bull. Nico Hülkenberg, da Renault, foi o 'melhor do resto', finalizou em sétimo e foi seguido por Kevin Magnussen, que fez no fim seu melhor tempo, e por Kimi Räikkönen, que neste fim de semana completa 300 GPs na F1. Romain Grosjean, companheiro de equipe de Magnussen na Haas, desbancou Daniel Ricciardo para colocar os dois carros da equipe norte-americana no top-10. Carlos Sainz enfrentou problemas elétricos na sua McLaren e só marcou tempo no fim da sessão.
Lewis Hamilton foi o mais rápido na manhã desta quinta-feira (Foto: AFP)
A F1 retoma os trabalhos de pista em Monte Carlo logo mais, a partir de 10h (horário de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL o fim de semana do GP de Mônaco. Siga tudo aqui.

Saiba como foi o primeiro treino livre do GP de Mônaco de F1


O primeiro treino livre do fim de semana do GP de Mônaco começou com o céu nublado e um ar de muita tristeza por conta da morte de Niki Lauda, ocorrida na última segunda-feira. Justíssimas foram todas as homenagens, com algumas a serem destacadas: o capacete todo vermelho de Sebastian Vettel, em homenagem ao amigo, e a estrela vermelha no carro da Mercedes para reverenciar seu presidente não-executivo.
Sebastian Vettel corre em Mônaco com capacete em homenagem a Niki Lauda (Foto: Ferrari)
Os primeiros tempos do dia foram registrados por George Russell e Robert Kubica, pilotos da Williams. Em seguida, a dupla da Mercedes também completou suas voltas iniciais para logo ocupar as duas primeiras posições, com Valtteri Bottas à frente e Lewis Hamilton apenas 0s016 atrás. Dono da casa, Charles Leclerc, na sua primeira corrida com a Ferrari, aparecia na terceira colocação.

Logo os tempos foram melhorando significativamente, com Bottas chegando à casa de 1min14s240 e Hamilton pouco mais atrás. O finlandês foi quase ao limite com seu Mercedes W10, vindo muito rápido no trecho do S da Piscina. A Ferrari vinha logo atrás com Leclerc e Vettel, e a Red Bull ainda não tinha tempos cronometrados com Max Verstappen e Charles Leclerc. Na sequência, Hamilton foi o primeiro a andar abaixo de 1min14s e marcar 1min13s636. Bottas também melhorou seu tempo, ficando 0s060 atrás.

A Renault, em crise por conta da falta de bons resultados neste início de temporada, teve um bom começo de jornada em Monte Carlo, com Ricciardo aparecendo em quarto e Nico Hülkenberg na sexta posição, com a Ferrari de Vettel entre eles.
Valtteri Bottas no limite na primeira parte do treino livre em Mônaco (Foto: F1/Twitter)
Na sequência do treino, o que chamou a atenção foi que os dois carros da Haas receberam bandeira preta dos comissários. A causa foi curiosa: tanto Romain Grosjean como Kevin Magnussen estavam sem telemetria e sem comunicação por rádio com a equipe, motivo pelo qual os dois foram chamados de volta para os boxes.

Na pista, quem se destacava era Alexander Albon, da Toro Rosso, que chegou a ocupar a quarta colocação, mas foi logo superado por Verstappen. A outra Red Bull, de Pierre Gasly, aparecia na nona posição, à frente de Vettel.

Hamilton fez uma grande volta minutos depois para registrar 1min12s932. O recorde da pista, que também é o tempo da pole-position do ano passado, pertence a Daniel Ricciardo, com 1min10s810. Em contrapartida, Carlos Sainz estava parado nos boxes por conta de problemas elétricos e era o único ainda sem volta cronometrada nesta manhã. Verstappen, por sua vez, melhorava sua marca e subia para a segunda posição, 0s575 mais lento que o tempo de Hamilton.

Os carros taurinos seguiam fazendo um bom trabalho, com Daniil Kvyat aparecendo em quarto lugar. Gasly era o sexto, atrás de Leclerc e logo à frente de Albon. Hülkenberg, Ricciardo e Magnussen completavam o provisório top-10.
Charles Leclerc foi constantemente mais rápido que Sebastian Vettel nesta manhã (Foto: AFP)
A programação das equipes teve sequência com mais algumas simulações em ritmo de classificação. Com pneus macios novos, Leclerc melhorou muito seu tempo ao cravar 1min13s014. Pouco depois, Vettel registrou exatamente o mesmo tempo de Charles, mas ficou em terceiro por ter feito a marca depois. Na volta seguinte, Leclerc chegou a ocupar a liderança, mas que durou pouco tempo, já que Bottas anotou 1min12s818 depois de quase ter acertado a roda traseira esquerda do carro na barreira de proteção da curva Anthony Noghes.

Na batalha entre os dois carros da Mercedes, Hamilton voltou à primeira posição com 1min12s422, só que Bottas respondeu e se colocou novamente na ponta com 1min12s248. Só que o pentacampeão deu o troco com 1min12s106, sendo 0s142 mais rápido que o companheiro de equipe, subindo novamente para o topo da tabela. Leclerc, Vettel e Antonio Giovinazzi, uma surpresa, fechavam o top-5.

Kubica voltava a aparecer na sessão depois de ter perdido o controle do FW42 e rodar antes da curva Mirabeau, tocando de leve com o carro no guard-rail. Mas a sessão não chegou a ser interrompida.

Já nos minutos finais, Hamilton vinha em volta rápida quando pegou o tráfego da Toro Rosso de Kvyat e perdeu a chance de melhorar seu tempo. Quem conseguiu evoluir na tabela foi Gasly, em quinto lugar, desbancando a Alfa Romeo de Giovinazzi. Verstappen era mais um a perder o controle do seu carro ao rodar na Mirabeau. Também sem maiores consequências. Mas o holandês conseguiu melhorar seu tempo pouco depois para se colocar em quarto lugar, com Vettel em quinto. 



Mas ainda havia tempo e uma boa margem para melhora. Foi então que Verstappen mostrou todo o potencial da Red Bull, vencedora em Mônaco no ano passado. Com uma grande volta, o holandês subiu para segundo e ficou a apenas 0s059 do tempo aferido por Hamilton. Também no fim da sessão, Gasly melhorou sua marca para completar o top-6 todo composto pelas três melhores equipes do grid.

Hamilton foi o mais rápido, mostrou que a Mercedes sobra, mas que a Red Bull tem potencial para seguir à frente da Ferrari em Mônaco.

F1 2019, GP de Mônaco, Monte Carlo, treino livre 1:

1 L HAMILTON Mercedes 1:12.106   47
2 M VERSTAPPEN Red Bull Honda 1:12.165 +0.059 35
3 V BOTTAS Mercedes 1:12.178 +0.072 43
4 C LECLERC Ferrari 1:12.467 +0.361 25
5 S VETTEL Ferrari 1:12.823 +0.717 36
6 P GASLY Red Bull Honda 1:13.170 +1.064 41
7 N HÜLKENBERG Renault 1:13.227 +1.121 45
8 K MAGNUSSEN Haas Ferrari 1:13.232 +1.126 24
9 K RÄIKKÖNEN Alfa Romeo Ferrari 1:13.363 +1.257 39
10 R GROSJEAN Haas Ferrari 1:13.379 +1.273 23
11 D RICCIARDO Renault 1:13.413 +1.307 41
12 A GIOVINAZZI Alfa Romeo Ferrari 1:13.437 +1.331 39
13 D KVYAT Toro Rosso Honda 1:13.731 +1.625 40
14 A ALBON Toro Rosso Honda 1:13.827 +1.721 45
15 L NORRIS McLaren Renault 1:14.278 +2.172 39
16 S PÉREZ Racing Point Mercedes 1:14.566 +2.460 40
17 G RUSSELL Williams Mercedes 1:15.115 +3.009 40
18 R KUBICA Williams Mercedes 1:15.514 +3.408 24
19 L STROLL Racing Point Mercedes 1:16.135 +4.029 37
20 C SAINZ JR McLaren Renault 2:00.670 +48.564 4
    Tempo 107% 1:17.153 +5.047  
           
REC D RICCIARDO Red Bull TAG Heuer 1:10.810 26/05/2018  
MV D RICCIARDO Red Bull TAG Heuer 1:14.260 27/05/2018  


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.