Em Paul Ricard que “não favorece”, Ferrari promete “pequenas evoluções” no carro

Mattia Binotto reconheceu que o circuito do GP da França não promete ser dos melhores para a Ferrari, mas garantiu que o time italiano vai com novidades no carro

A Ferrari passou muito perto de vencer sua primeira corrida em 2019 no Canadá. Mesmo triunfando na pista, Sebastian Vettel acabou em segundo por conta de uma punição por ter voltado da grama para cima de Lewis Hamilton. De todo modo, foi uma demonstração de força dos italianos que só tinha sido vista no Bahrein, quando Charles Leclerc liderava com larga margem até quebrar o motor.
 
Enquanto busca a revisão do resultado e a vitória para Vettel em Montreal, o time também trabalha no desenvolvimento do carro e parte para França com, segundo o chefe Mattia Binotto, alguns novos detalhes que podem fazer a diferença lá na frente.
 
"Depois do que foi o GP do Canadá, queremos voltar para a pista e brigar diretamente com nossos rivais mais fortes de novo. Vamos ter algumas pequenas evoluções, elementos que vão representar um passo bem útil para definirmos a direção a ser seguida no desenvolvimento do carro", disse.

Mattia Binotto promete novidades para a Ferrari na França (Foto: Ferrari)

Ainda que espere algo das novidades no carro, o dirigente italiano sabe que a pista francesa não deve ser das melhores para a Ferrari.

 
"O que nós iremos ter de novidade na França não vai ser a solução dos nossos problemas, mas vai dar um feedback técnico que será muito importante para os nossos próximos passos. Paul Ricard foi duro para nós ano passado, sabemos que não é uma pista que favorece nosso carro, mas nada é impossível, estaremos prontos para dar nosso melhor", completou.
 
A Ferrari ocupa a vice-liderança do campeonato com 123 pontos a menos que a Mercedes. Vettel é terceiro e Leclerc aparece em quinto no Mundial de Pilotos.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube