Em visita à MotoGP, Domenicali fala em “desconectar da F1” e conta: “Tenho várias opções interessantes”

Durante uma visita a etapa de Mugello da MotoGP, Stefano Domenicali conversou com o jornal espanhol ‘Marca’ e disse que está tentando se desconectar do mundo da F1. Ex-chefe da Ferrari revelou que tem várias opções para o futuro

A cobertura completa do GP do Canadá no GRANDE PRÊMIO
icone_TV Automobilismo na TV: a programação do fim de semana
As imagens desta quinta-feira de F1 no Canadá

Depois de deixar o comando da Ferrari em meados de abril deste ano, Stefano Domenicali ressurgiu no último fim de semana, durante uma visita à etapa de Mugello da MotoGP. O italiano de 49 anos foi substituído por Marco Mattiacci no comando da escuderia de Maranello.
 
Desde a saída de Domenicali da Ferrari, as especulações pelo futuro do dirigente ganharam espaço na imprensa, inclusive com rumores de que Stefano assumiria a gestão de um time de basquete italiano.
 
Falando ao diário espanhol ‘Marca’ durante sua passagem pela MotoGP, Domenicali afirmou que está tentando se desconectar da F1, mas que seguirá apoiando a Ferrari e Fernando Alonso.
Stefano Domenicali afirmou que tem uma relação muito boa com Alonso (Foto: Studio Colombo/ Ferrari)
“Estou tentando desconectar do mundo da F1”, disse Stefano ao ser questionado sobre o que tem feito desde que deixou Maranello. “Foi uma experiência extraordinária e eu sempre vou apoiar a Ferrari. Sempre. E Fernando”, garantiu.
 
“Aí eu vou tomar decisões sobre o meu futuro. Tenho várias opções muito interessantes, mas não tenho pressa”, revelou. “Preciso pensar nisso e aí tomar a melhor decisão para o futuro”, continuou. 
 
Questionado se vê seu futuro dentro das competições ou em alguma outra área, Stefano respondeu: “Não excluo nada". "Qualquer coisa é possível. Ainda é cedo para dizer”, opinou.
 
Além de Domenicali, a etapa de Mugello da MotoGP também contou com uma visita de Fernando Alonso, que foi acompanhar os treinos classificatórios do Mundial de Motovelocidade. “Sim, nossa relação é extraordinária”, garantiu Domenicali ao falar do piloto asturiano. 
 
Por fim, Domenicali negou os rumores de que sua natureza afável e as amizades que construiu dentro da Ferrari o tenham prejudicado no dia-a-dia da escuderia.
 
“As pessoas podem dizer o que quiserem, mas eu não acho que ter uma boa relação com as pessoas significa que você é bom ou ruim em alguma coisa”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube