Empolgado por voltar aos EUA após Indy 500, Alonso crê em boa chance para somar pontos em Austin

Fernando Alonso não se esquece do épico mês de maio, quando cruzou o Atlântico para ser a grande estrela das 500 Milhas de Indianápolis. Cinco meses depois, o bicampeão mundial de F1 volta aos Estados Unidos, desta vez para disputar a 17ª etapa da temporada. Depois de jornadas bem difíceis na Ásia, Alonso espera voltar aos pontos em uma pista onde costuma render bem

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O retorno aos Estados Unidos é encarado com entusiasmo por Fernando Alonso. Há cinco meses, o espanhol fez história e tornou as 500 Milhas de Indianápolis ainda mais midiáticas com sua surpreendente participação pela Andretti-McLaren-Honda, deixando uma legião de fãs. Agora, Alonso regressa ao país para a disputa da 17ª etapa da temporada 2017 do Mundial de F1, neste fim de semana, em Austin, no Circuito das Américas.

 
Tanto é verdade que Alonso não se esquece do épico mês de maio que o bicampeão vai usar neste fim de semana um capacete inspirado em sua participação em Indianápolis, com a pintura usada durante sua jornada na Indy 500. Uma homenagem aos fãs, explicou o piloto da McLaren.
Fernando Alonso não escondeu a felicidade por voltar aos Estados Unidos (Foto: McLaren)
Alonso tem um bom histórico em Austin. Ano passado, seu melhor resultado foi justamente no Texas, onde terminou a corrida na quinta posição. A única vez em que figurou no pódio foi quando lutou pelo título com a Ferrari, sendo terceiro lugar no GP dos EUA de 2012. Suas aspirações em 2017 são mais modestas, mas Fernando espera poder chegar aos pontos neste fim de semana.
 
“Depois de algumas corridas frustrantes, onde não pudemos mostrar o ritmo que temos, estou empolgado para voltar aos EUA. Tive grandes momentos lá neste ano com a Indy 500 e sei que os fãs são muito entusiasmados e apaixonados, de modo que espero encarar um grande ambiente em Austin”, declarou Fernando em prévia divulgada pela McLaren.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“O Circuito das Américas é muito divertido. Cada setor é diferente e é preciso ter um bom acerto para fazê-los bem feito. As características de sua volta fazem o circuito ser único. É uma pista muito mais larga que as outras, de modo que há boas oportunidades para ultrapassagem, então espero que possamos aproveitá-las no domingo”, disse.

 
“Espero que possamos estar em boa forma a Austin porque acho que temos potencial para somar pontos e tudo der certo. Tivemos muita ação dentro e fora da pista nos últimos anos, então estou otimista de que podemos ter um fim de semana positivo se aproveitarmos ao máximo nossas oportunidades”, finalizou.
’EXTRAORDINÁRIO’

DI GRASSI VÊ HAMILTON COMO UM DOS TRÊS MAIORES DA HISTÓRIA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube