Ericsson revela “semanas de nervosismo” antes de renovar com Sauber e mira “estar muito mais à frente no grid” em 2018

Garantido da Sauber ao lado de Charles Leclerc, Marcus Ericsson admitiu que teve algumas semanas de nervosismo antes de ter sua situação na equipe definida. Sueco falou em estar muito mais para frente no grid de 2018 com a parceria com a Alfa Romeo

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

 
No fim do mês passado, a Sauber anunciou uma parceria com a Alfa Romeo. Apesar do vínculo da equipe com a Ferrari, Ericsson, que tem uma ligação forte com os donos da escuderia suíça, conseguiu vencer uma disputa com Antonio Giovinazzi pelo posto de titular.
Marcus Ericsson se mostrou confiante na performance da Sauber em 2018 (Foto: Sauber)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Tive algumas semanas de nervosismo, mas, claro, é bom que tudo esteja definido agora, especialmente com a Alfa Romeo como patrocinadora principal e parceira”, disse Ericsson à revista sueca ‘Teknikens Varld’. 
 
Além disso, Ericsson se disse aliviado com a perspectiva de que a Sauber terá um carro mais competitivo na temporada 2018.
 
“Tem sido uma carreira bem dura na F1 até aqui”, comentou Marcus, que passou pela Caterham antes de chegar a Sauber. “Tem sido difícil mostrar o que posso fazer com carros que estão sempre no fundo do grid”, seguiu.
 
“Mas agora, com a Sauber junto com a Alfa Romeo, isso deve significar que pela primeira vez poderei estar muito mais para frente no grid”, ponderou.
 
Para 2018, Ericsson terá como companheiro Charles Leclerc, campeão da F2 e integrante do plantel de jovens pilotos da Ferrari.
 
“Charles Leclerc é um piloto incrivelmente talentoso que realmente dominou a F2 deste ano e vai, claro, ser um duro oponente para mim na próxima temporada”, afirmou. “Ele também é o novo super júnior da Ferrari, mas tenho certeza de que vamos trabalhar bem juntos para desenvolver o carro da melhor forma”, concluiu.
FIM DE UMA GERAÇÃO

GIAFFONE: “BRASIL TEVE SORTE POR TER PILOTOS POR TANTO TEMPO NA F1”

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube