Erupção de vulcão no Monte Ontake causa atrasos em voos e pode afetar GP do Japão de F1 deste fim de semana

A erupção de um vulcão no Monte Ontake causou atrasos em voos e pode afetar o GP do Japão já que alguns pilotos ainda estão a caminho de Suzuka

 A erupção de um vulcão no Monte Ontake pode afetar o GP do Japão de F1. O vulcão, que não despertava de forma tão forte desde 1979, fica a pouco mais de 200 km do circuito.
 
No último sábado (27), o vulcão Ontake, que tem 3.067 metros de altura, despertou bruscamente, surpreendendo um grupo de cerca de 250 montanhistas que estava na parte mais alta do vulcão. Até agora, as equipes de resgate retiraram 36 corpos da parte alta da montanha, mas os trabalhos foram interrompidos por conta de novas erupções registradas na segunda-feira.

Às vésperas da corrida em Suzuka, uma nuvem espessa, formada por vapor, gases e poeira, ainda cobre uma grande área na região do Monte Ontake, o que está provocando atrasos em muitos voos.

Monte Ontake (Foto: Ken Ishii/Getty Images)
Com pilotos e pessoal das equipes ainda se dirigindo ao Japão, existe o temor de que alguns não consigam chegar ao circuito a tempo da primeira sessão de treinos livres.

Há dez anos, a aproximação de um tufão, o Ma-On, obrigou a organização da F1 a cancelar as atividades do sábado do GP do Japão, jogando a classificação para a manhã do domingo — algo até então inédito na história da categoria.

Em 2010, o vulcão islandês Eyjafjallajökull cobriu a Europa de fumaça e cinzas e chegou a comprometer a viagem de alguns membros da F1 para o GP da Espanha, disputado em maio. 

O GP do Japão é a 15ª etapa do campeonato, que tem Lewis Hamilton agora na liderança, 3 pontos à frente de seu companheiro de equipe na Mercedes, Nico Rosberg. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do fim de semana em tempo real.

A distância entre o Monte Ontake e Suzuka (Foto: Google)

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar