Feliz com desempenho, Hamilton reconhece força de Rosberg, mas diz: “Não é preciso sair da pole aqui para vencer”

Lewis Hamilton se disse muito feliz pelo desempenho apresentado na classificação deste sábado (8) em Suzuka, mesmo tendo sido batido pelo rival Nico Rosberg, que sai na frente no GP do Japão. O tricampeão afirmou que está em uma forte posição para brigar pela vitória

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Mesmo tendo ficado a míseros 0s013 da pole-position em Suzuka, Lewis Hamilton saiu de sua Mercedes #44 neste sábado (8) contente e satisfeito com seu desempenho ao longo da classificação para o GP do Japão. O inglês, é bem verdade, não conseguiu impor o mesmo ritmo do colega Nico Rosberg nos treinos livres, mas o alcançou na fase final da definição do grid. Hamilton chegou até a ser mais veloz que o rival, mas este foi perfeito em seu giro decisivo e acabou conquistando o direito de sair na frente neste domingo. A Lewis, que segue na briga para se recuperar no Mundial, coube o segundo posto do grid.

 
"Estou realmente muito feliz com a classificação de hoje", afirmou o tricampeão aos jornalistas. "Tem sido um fim de semana de muito trabalho, buscando o melhor acerto, além de algumas mudanças para a classificação", completou. "Considerando que ficamos muito perto, eu estou realmente contente. Eu fiz tudo que podia hoje. E a história mostra que para vencer aqui não é preciso largar da pole", filosofou o piloto britânico, que venceu a etapa japonesa nos últimos dois anos, partindo igualmente da segunda colocação. 
 
"E Nico fez um excelente trabalho. Ele vem mandando bem no fim de semana", acrescentou.
Lewis Hamilton vai largar da segunda colocação do grid em Suzuka neste domingo (Foto: Mercedes)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Hamilton ainda falou sobre as condições de seu motor, especialmente depois das falhas apresentadas em Sepang, na semana passada. O inglês deixou claro também que seu estilo de pilotagem não tem qualquer ligação com os contratempos. "Apenas como uma referência às pessoas, não há nada de errado com o meu estilo de pilotagem. Eu perguntei à equipe e realmente não é o caso e nunca foi", disse.

 
"O meu motor tem apenas uma corrida a menos que o de Nico. O dele provavelmente será a última, então espero que dure. Nós meio que optamos por acertos diferentes neste fim de semana. Tivemos algumas mudanças, então não é tão fácil disputar a classificação com um carro tão diferente, e é por isso que estou relativamente feliz com o que conseguimos", explicou.
 
Por fim, o tricampeão se vê em uma "boa posição para a corrida de deste domingo". Hamilton precisa descontar uma diferença de 23 pontos para Rosberg, que segue na liderança do campeonato. E uma vitória da Mercedes no Japão já vai garantir o terceiro campeonato mundial entre os construtores.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube