Alonso culpa Sainz por queda no Q2 e mira “oportunidades” por safety-car em Miami

Fernando Alonso disse que foi bloqueado pela Ferrari de Carlos Sainz por todo o segundo setor do circuito de Miami durante o Q2 e pediu por punição ao compatriota ainda na pista

Fernando Alonso viu sua sequência de idas ao Q3 ser interrompida na classificação deste sábado (7) para o GP de Miami da Fórmula 1 por apenas 0s032. E o espanhol, ainda no carro, culpou o compatriota Carlos Sainz pelo resultado.

Alonso reclamou bastante pelo rádio com a Alpine, alegando ter sido atrapalhado pelo piloto da Ferrari quando vinha em volta rápida. “A Ferrari destruiu minha volta, não sei qual das duas foi. Fiquei com ela na minha frente da curva 11 à 16”, disse o espanhol bastante contrariado e ainda sem saber que se tratava de Sainz. “Eles estão no Q3? Acho que sim, essa posição deveria ser nossa. Vamos ver em quantas posições eles serão punidos”, bradou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Fernando Alonso viu seu sábado em Miami terminar mais cedo (Foto: Alpine)

O caso, no entanto, não deu em nada, com a direção de prova decidindo não aplicar nenhum tipo de sanção a Sainz. Mesmo assim, Alonso continuou com a indignação ao que chamou de “inaceitável”.

“Foi uma pena, mas na última volta, não conseguimos marcar o tempo. Uma Ferrari estava no meio de todo o segundo setor. Saí da curva 16 um décimo melhor, é quase inaceitável”. Por fim, o bicampeão disse que espera por bandeiras amarelas para escalar o pelotão, já que vê a corrida com poucas chances de ultrapassagens.

“Olhando para amanhã, é difícil ultrapassar, mas haverá entradas do safety-car e oportunidades. Vamos ver o que podemos fazer”, disse.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de Miami AO VIVO E EM TEMPO REAL. No domingo, a largada está marcada para as 16h30 [de Brasília, GMT-3].

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar