Ferrari descarta quarentena em funcionários e confirma embarque para GP da Austrália

A equipe italiana já está com tudo pronto para a abertura da temporada da Formula 1. Mesmo com a ameaça do coronavírus, a equipe italiana confirmou a ida para Melbourne

A Ferrari segue com os planos de ir para a abertura da temporada 2020 da Fórmula 1 apesar do coronavírus. Nesta segunda-feira (2), a equipe italiana confirmou a ida para a Austrália e descartou qualquer quarentena.
 
A Itália tem sofrido com um boom de casos da doença nos últimos dias, sendo o país europeu com maior número de contaminados, com 1694 confirmados, e 34 falecimentos. O calendário da F1, inclusive, chegou a sofrer mudanças com o adiamento do GP da China, previsto para abril.
 

(function(){var s=document.querySelector(‘script[data-playerPro=”current”]’);s.removeAttribute(“data-playerPro”);(playerPro=window.playerPro||[]).push({id:”icrZMewFn2RprbcpBPJgYiPCpHY1JDbCRoZy0eaMgR9KR8bMPfhr”,after:s});})();

A primeira parada é em Melbourne. E mesmo com sede em Maranello, tudo segue confirmado para a escuderia do cavalo rampante. A agência 'ANSA' noticiou que a escuderia está de olho no vírus que tem sido ameaça mundial.
Charles Leclerc (Foto: Ferrari)

“Ao contrário do que foi informado, não é absolutamente previsto que as pessoas da Ferrari que vão para a Austrália façam algum tipo de quarentena", informou a equipe à Sky Sports Italia.
 

“Sabendo que a situação continua em evolução, para Austrália e Bahrein não há nenhuma contraindicação de nenhuma das entidades com as quais estamos em contato, tanto a FIA, quanto a Fórmula 1, as autoridades da Itália e dos países em questão: no momento, nossa ida está confirmada”, continuou.
 
Outra categoria que sofreu um grande revés foi a MotoGP. Com a abertura do campeonato programada para este final de semana, no Catar, a classe rainha não vai mais para o país. Apenas corridas da Moto2 e Moto3, classes que já estavam no país, disputam corridas. O GP da Tailândia também foi adiado.
 
A Fórmula E também teve de mudar seu calendário. O eP de Sanya, na China, foi cancelado. A próxima etapa é na Itália, em Roma, e a realização da prova segue sendo um mistério.
 

Paddockast #50
GRANDES PROMESSAS QUE NÃO VINGARAM

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube