Ferrari e Haas já fecham fábricas para período de três semanas de férias da F1

Ferrari e Haas suspendem atividades por completo ainda nesta quinta-feira (19). Alfa Romeo e Red Bull deixam a paralisação para a próxima semana. As férias foram adiantadas para permitir corridas em agosto no calendário reformulado da F1

As férias forçosamente adiantas da Fórmula 1 já começam a ser seguidas pelas escuderias. Seguindo as instruções de fechar as fábricas entre março e abril, antecipando a pausa de agosto para liberar reformulação do calendário 2020, Ferrari e Haas anunciaram que fecham suas respectivas fábricas e liberam funcionários ainda nesta quinta-feira (19).
 
Ao começar imediatamente o período de 21 dias de paralisação, as duas escuderias se permitem recomeçar os trabalhos em 8 de abril. No caso da Ferrari, talvez não necessariamente de forma presencial: a equipe já havia vetado atividades presenciais em Maranello, optando por trabalho direto de casa. Dessa forma, os riscos da pandemia do coronavírus são mitigados, algo particularmente importante na tão afetada Itália.
 
"A prioridade da equipe sempre foi a segurança dos funcionários e de suas família, que é o motivo para a suspensão de atividades na fábrica de Maranello já há alguns dias, substituídos por um sistema inteligente de trabalho", disse a Ferrari através de comunicado.
A Ferrari, ao lado da Haas, já entra em regime de férias (Foto: Ferrari)
Outras duas equipes já anunciaram seus cronogramas de férias, e com pequenas diferenças. A Alfa Romeo fecha a fábrica de Hinwil em 23 de março, na próxima segunda-feira. A Red Bull se compromete a fazer o mesmo em 27 de março, mas frisando que "por conta da natureza dinâmica da pandemia, pode haver alguma flexibilidade” no período.
 
As outras seis equipes do grid ainda não determinaram exatamente quando vão paralisar atividades. Fato é que todas vão seguir a ordem de adiantar as férias. A mudança é necessária para permitir um calendário cheio no segundo semestre, quando se espera que a crise do coronavírus esteja melhor controlada. Isso, entretanto, vem ao custo dos planos dos funcionários das escuderias, que vão passar o período de lazer e repouso virtualmente impossibilitados de sair de casa.

COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 

☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.

 


 
Paddockast #52
PREVISÕES CERTEIRAS E OUSADAS PARA F1 2020

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube