FIA atualiza regulamento para agilizar relargadas após safety-car na Fórmula 1

FIA atualizou regulamento esportivo de 2022 para relargadas pós-safety car, e carro receberá ordem de retorno aos boxes assim que pilotos receberem mensagem de que retardatários podem ultrapassar o líder

MERCEDES APRESENTA W13, CARRO PARA A TEMPORADA 2022 DA FÓRMULA 1 | React

Depois do polêmico final do GP de Abu Dhabi de 2021, a FIA revisou e atualizou o regulamento esportivo da Fórmula 1 antes da abertura da primeira etapa da temporada 2022, no Bahrein. O objetivo é revisar as relargadas após o período de safety-car.

O foco da revisão se concentra no processo de chamar o carro de segurança de volta aos boxes no final da próxima volta, potencialmente acelerando o processo de relargada. Até o ano passado, isso aconteceria “uma vez que o último colocado ultrapassasse o líder” após a ordem dada aos retardatários para descontar suas respectivas voltas.

Porém, de acordo com o novo regulamento, a ordem para o retorno do safety-car acontecerá assim que a mensagem de “carros uma volta atrás podem ultrapassar” for enviada a todos os pilotos usando o sistema oficial de mensagens. Será necessário que a pista já tenha sido declarada segura pelo diretor de prova para que a mensagem seja entregue.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

MAX VERSTAPPEN; LEWIS HAMILTON; ABU DHABI;
Polêmico GP de Abu Dhabi motivou mudanças na direção de prova da F1 (Foto: AFP)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Relargadas pós-período de safety-car levantaram polêmica por conta do encerramento da temporada 2021, em Abu Dhabi. Nicholas Latifi, da Williams, sofreu um acidente com cinco voltas restantes para o fim da prova, e o carro de segurança foi chamado. Na ocasião, Lewis Hamilton vencia a corrida com vantagem para Max Verstappen, e o resultado daria o oitavo título ao piloto inglês.

O diretor de provas Michael Masi, que foi removido do cargo na última quinta-feira, permitiu, no penúltimo giro da corrida, que apenas os retardatários entre Hamilton e Verstappen descontassem voltas, em vez de todos ou nenhum, como o regulamento pede. Além disso, autorizou a relargada ao fim da mesma volta após o pedido, outra irregularidade, já que o reinício só deve acontecer no giro seguinte.

Com o confronto criado e pneus mais novos, Max Verstappen ultrapassou Hamilton e venceu a corrida, faturando seu primeiro título mundial. Revoltada, a Mercedes chegou a protestar contra o resultado, mas viu o pedido negado pela FIA, que confirmou o holandês da Red Bull como campeão.

A mudança no regulamento esportivo para 2022 não necessariamente teria impacto nas decisões controversas de Masi, mas ajuda as corridas a poupar tempo para uma relargada.

O campeonato deste ano, com 23 corridas, terá início com o GP do Bahrein, agendado para acontecer no dia 20 de março.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar