FIA confirma mudança no procedimento de largada e maior rigor via rádio já a partir do GP da Bélgica

De acordo com o site ‘Motorsport.com’, a FIA concordou com mudanças sugeridas pelo Grupo de Estratégia da F1 após reunião realizada pela associação na semana passada e vai banir o uso de qualquer tipo de ajuda externa por parte dos pilotos no procedimento de largada. A mudança vale a partir do GP da Bélgica

O resultado da reunião do Grupo de Estratégia da F1, feita na semana passada, começará a ser refletido na categoria já nesta temporada. A FIA (Federação Internacional de Automobilismo), levará a cabo uma das propostas de mudança estabelecidas pelo grupo e vai eliminar qualquer tipo de ajuda externa no procedimento de largada. A alteração na regra vai contar já a partir do GP da Bélgica, em agosto, no retorno das férias de verão depois do GP da Hungria. A informação é do site ‘Motorsport.com’.

De acordo com a publicação site norte-americana, a FIA informou às equipes do grid a mudança no artigo 20.1 do regulamento esportivo, dizendo que “o piloto deve guiar seu carro sozinho e sem ajuda”. O diretor de provas da entidade, Charlie Whiting, disse, por meio de mensagem, que a regra será aplicada de forma mais rigorosa para assegurar que “os pilotos sejam os únicos responsáveis pela preparação de suas largadas”, eliminando assim qualquer tipo de ajuda externa.

A FIA determinou que os pilotos não deverão fazer uso de auxílio externo no procedimento na largada (Foto:AP)

Outra mudança estabelecida pela entidade diz respeito ao uso da embreagem e também de informações transmitidas via rádio. Na nova ordem técnica, destacada como TD/017-15, chamada “Prática de largada e Procedimentos de largada”, rege que o ponto de embreagem não pode ser mais modificado depois que o carro sair da garagem, antes da corrida, até após o início da corrida. Assim, já a partir do GP da Bélgica, os pilotos não poderão usar mais qualquer tipo de ajuda no acionamento do sistema de embreagem.

Quanto às orientações via rádio, a FIA informou às equipes que não serão mais toleradas quaisquer formas de auxílios ao piloto no momento da largada, sendo liberadas apenas troca de informações sobre questões de segurança ou assuntos esportivos. Apenas informações sobre segurança, como problemas críticos no carro, aviso de algum problema ou dano em carros concorrentes, serão toleradas pela direção de prova.

Uma nova instrução aprovada pela entidade diz sobre as instruções de entrada no pit-lane, informações a respeito de pista molhada, óleo, detritos em determinados trechos ou necessidade de troca de posição com outro piloto, o que só valeria em caso de algum carro ter perdido contato com o restante do pelotão na volta de apresentação e alinhamento no grid de largada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube