F1

Fora desde 1996, GP de Portugal pode voltar ao calendário da F1 com corrida no Algarve, diz revista

Representantes do autódromo do Algarve já estão em negociações para receber uma corrida da F1. Seria o retorno do GP de Portugal, que recentemente completou 20 anos fora do calendário. A informação é da revista ‘Autosport’
Warm Up / Redação GP, de Porto Alegre
 Momento em que o Bentley #84 recebe a bandeirada (Foto: Blacpain GT Series)

Uma etapa muito tradicional da F1 nos anos 1980 e 1990 pode voltar a ser disputada. De acordo com a revista britânica ‘Autosport’, o autódromo do Algarve conversa com representantes da categoria para recuperar o GP de Portugal, que teve sua última edição realizada em 1996.
 
A publicação indica que a negociação é um pedido do governo português, que apoio a realização da corrida no Algarve. A prefeitura de Portimão, cidade do autódromo, também quer receber o certame. As conversas ainda são muito incipientes e não existe previsão de quando a etapa poderia entrar no calendário.
Depois de anos com provas de turismo, Algarve quer a F1 (Foto: Jorge Sá)

Algarve tem a estrutura para receber a F1. Trata-se de um autódromo moderno, construído em 2008. Poucos meses depois do fim das obras, o circuito recebeu testes coletivos da principal categoria de monopostos. Desde então, corridas de turismo passaram a formar a maior parte do repertório da praça.
 
Algarve, portanto, vive situação muito diferente do Estoril, tradicional palco do GP de Portugal. O antigo circuito sempre sofreu com a falta de segurança e com estrutura defasada.
 
O retorno de Portugal seria mais um passo nos movimentos do Liberty Media, que comprou a F1 em 2016. O grupo tem interesse em fincar os pés nos circuitos tradicionais da categoria – tanto que França e Alemanha já tem acordos para entrar no calendário da categoria integralmente a partir de 2018.
ALONSO ATINGE NOVO PATAMAR NA HISTÓRIA DO AUTOMOBILISMO NA ESPETACULAR INDY 500