Fórmula 1 elimina limites de pista na curva 4 do Bahrein após 33 tempos de volta deletados

Direção de prova decidiu abolir os limites de pista na curva 4 após 33 tempos de volta deletados durante sexta-feira de treinos livres no Bahrein

A direção de prova do GP do Bahrein comunicou os pilotos que não vai monitorar limites da pista na saída da curva 4 no restante do fim de semana de corrida.

Durante os treinos livres da sexta-feira, 33 tempos de volta foram deletados após pilotos deixarem a pista no trecho, cruzando a linha branca dos limites de forma completa.

Porém, na orientação para o sábado de classificação, os pilotos foram avisados que os limites de pista não serão monitorados, já que a grama artificial e a caixa de brita podem marcar os limites no ponto. O Circuito Internacional do Bahrein tem 5.412 km de extensão e 15 curvas.

F1; FÓRMULA 1; MAX VERSTAPPEN;
Max Verstappen desbancou a dupla da Mercedes e liderou o treino livre 3 no Bahrein (Foto: Honda Racing)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Líder dos dois primeiros treinos livres, o heptacampeão mundial Lewis Hamilton foi o piloto com mais voltas deletadas na sexta-feira. Foram 5 tempos perdidos ao escapar no trecho.

Sebastian Vettel, Nicholas Latifi, Romain Grosjean, Pierre Gasly, Alexander Albon, Daniil Kvyat, Kimi Räikkönen, Kevin Magnussen e George Russell também tiveram voltas deletadas.

Piloto da AlphaTauri, Kvyat, em determinado momento da sexta-feira, foi ao rádio pedir ao diretor de prova Michael Masi para que “se livrasse da porra dos limites de pista”.

A Fórmula 1 volta a acelerar em Sakhir logo mais, a partir de 11h (de Brasília), com o treino classificatório que vai definir o grid de largada do GP do Bahrein. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar